Lance


Bochecha, do Botafogo, foi alvo de racismo de torcedor do Juventude.
Reprodução/Twitter
Bochecha, do Botafogo, foi alvo de racismo de torcedor do Juventude.

Garantido nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Juventude terá que lidar com um episódio de racismo fora das quatro linhas. Durante o jogo contra o Botafogo, pela Terceira Fase do torneio, um torcedor insultou o Gustavo Bochecha e o clube gaúcho vai prestar esclarecimentos no tribunal.

De acordo com o 'Observatório da Discriminação Racial no Futebol', o STJD ouviu todas as partes envolvidas no caso e decidiu apresentar uma denuncia contra o Jaconero.

Caso seja punido, o Juventude pode levar uma multa que varia entre R$ 100 a R$ 100 mil. Enquanto isso, o torcedor pode levar um gancho de 720 dias sem entrar no estádio. Além disso, a lei prevê que o torcedor pode ser suspenso por, no mínimo, 720 dias (2 anos).

No banco de reservas do  Botafogo , Bochecha foi chamado de "macaco" por um torcedor do clube gaúcho. Ainda durante a partida, o torcedor foi identificado, retirado do estádio e levado para o Juizado Especial Criminal do Alfredo Jaconi. 

Na próxima fase da Copa do Brasil, o Juventude irá disputar uma vaga nas quartas de final contra o Grêmio. O primeiro jogo entre os times gaúchos está marcado para o próximo dia 16. Já o Botafogo, eliminado da competição, deverá focar no Brasileirão e enfrenta, no sábado, o Fluminense.


    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários