Tamanho do texto

Desempenho do volante surpreendeu e o fez ganhar a posição do veterano Renato. Diretoria santista já conversa para renovar o contrato do jogador

Diego Pituca já conversa com a diretoria para a renovação de seu contrato
Reprodução / Santos
Diego Pituca já conversa com a diretoria para a renovação de seu contrato

Aos 25 anos Diego Pituca pode dizer que, enfim, é titular incontestável no meio de campo santista. Com média de 44 passes por jogo e 88% de acerto na troca de bola em 19 partidas o volante barrou o experiente Renato, mostrou que tinha espaço na equipe ao lado de Carlos Sanchez e tornou-se peça fundamental no esquema do técnico Cuca . As estatísticas do jogador também incluem a média de um chute a gol por confronto e três assistências para gols.

Diego Pituca chegou ao Santos em junho de 2017 indicado pelo então treinador Dorival Júnior. Veio do Botafogo de Ribeirão Preto onde era apontado como a revelação do interior. Lá realizou 50 partidas e marcou três gols chamando a atenção da comissão técnica santista na época.

Mas o volante, que também atua como meia e até lateral esquerdo, teve que, primeiro, passar pelo Santos B onde foi vice campeão brasileiro de aspirantes no ano passado. Foram 20 confrontos e três gols até ser promovido.

A estréia no time principal do Peixe aconteceu no dia 15 de abril na vitória contra o Ceará, por 2 a 0, onde entrou em campo faltando quatro minutos para o encerramento. Como titular a chance surgiu após lesão do também volante Alison no dia 06 de junho. O alvinegro goleou o Vitória da Bahia por 5 a 2 e Pituca deu assistência para dois gols: O de Rodrygo, aos 22 do primeiro tempo e para o de Renato, aos 45 da etapa inicial.

"Foi mais um grande jogo do Pituca. Jogador que eu pincei (do time B) e hoje ele é importantíssimo na ausência do Alison. Vem ajudando demais o time. Muitos treinadores me ligaram para perguntar dele e nós seguramos.", elogiou Jair Ventura.

Na "Era Cuca" o volante disputou 11 partidas e ganhou a confiança do comandante. "Com o Alison em campo o Pituca e o Sanchez tem mais liberdade para chegar no ataque. É uma maneira de você ter meias que não só ficam presos na marcação.", avaliou o atual técnico.

Diego Pituca tem contrato com o Santos até 2021 mas revela estar em conversas para permanecer na Vila Belmiro por mais tempo. " O presidente me procurou. Disse que quero permanecer. Está nas mãos dele. Mas ainda tenho vínculo e por isso estou muito tranquilo.", resumiu o volante que ainda busca o primeiro gol com a camisa alvinegra e será titular, mais uma vez, contra o Paraná Clube, neste domingo, às 19 horas, em Curitiba.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.