Tamanho do texto

Diretoria do clube alviverde demitiu Roger Machado após a derrota diante do Fluminense e já se mobiliza para acertar com um novo treinador

Abel Braga não vai assumir o Palmeiras
LUCAS MERÇON/FLUMINENSE F.C.
Abel Braga não vai assumir o Palmeiras

O Palmeiras demitiu o técnico Roger Machado  logo após a derrota por 1 a 0 diante do Fluminense, nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, e agora busca um novo comandante para sequência da temporada.

Um dos nomes que ganhou força no Palmeiras foi o de Abel Braga, mas o treinador voltou a afirmar que não vai assumir qualquer clube antes de janeiro do ano que vem.

"Já tive convites de outros times e falei a mesma coisa. Minha ideia é deixar alguma coisa acertada em outubro, novembro, e começar novo trabalho em janeiro", disse Abelão em entrevista ao site da "ESPN".

Lembrando que ele já havia avisado que não queria pegar um trabalho na metade quando foi recentemente sondado pelo Santos, que demitiu Jair Ventura.

Leia também: Felipão é um dos principais nomes para ocupar a vaga de Zidane no Real Madrid

"Eu tive motivo pessoal para não continuar no Fluminene. Acho que seria uma certa ingratidão, estaria agindo em dois sentidos se assumisse um clube agora", finalizou Abel Braga .

Quem assume o Palmeiras?

Felipão pode retornar ao Palmeiras em breve
Reprodução/Fox Sports Brasil
Felipão pode retornar ao Palmeiras em breve

A diretoria alviverda trabalha com três nomes para vaga de Roger Machado, todos já com passagem no comando palmeirense: Dorival Júnior, Luis Felipe Scolari e Vanderlei Luxemburgo. As informações são do jornalista Mauro Cezar Pereira.

Dorival está sem clube desde que deixou o São Paulo neste ano, em março, demitido após derrota para o próprio Palmeiras. Ele já comandou a equipe do Palestra Itália em 2014, quando escapou do rebaixamento na última rodada do Brasileirão.

Luis Felipe Scolari, o Felipão , teve duas passagens pelo clube: de 1997 a 2000, campeão da Copa do Brasil, Libertadores e Mercosul. Depois, entre 2010 e 2012, ele conquistou a Copa do Brasil, mas deixou a equipe no meio do Brasileiro que culminou no rebaixamento.

Leia também: Em rede social, torcedor zoa ''Mundial do Palmeiras'' e Galvão Bueno responde

O último trabalho de Felipão foi no Guangzhou Evergrande, da China, entre 2015 e 2017. Seu nome também vem sendo ventilado em times de Portugal. 

Já Luxemburgo trabalhou mais no  Palmeiras . Entre 1993 e 1996, conquistando diversos títulos. Depois, em 2002, sem grande sucesso. E, por fim, de 2008 a 2009, faturando um Paulistão. Ele deixou o Sport no ano passado e desde então está sem emprego.

    Leia tudo sobre: Futebol