Tamanho do texto

Atualmente com 23 anos, surgiu na base santista e permaneceu entre 2005 a 2011, mas não vingou na carreira

O atleta apagou a publicação e o Santos se manifestou sobre mais uma caso de assédio no club
Pedro Lima/Cuiabá Esporte Clube
O atleta apagou a publicação e o Santos se manifestou sobre mais uma caso de assédio no club

Na noite desta terça-feira (24), Jean Chera, ex-promessa santista, contou ter sofrido assédio sexual nas categorias de base do clube. O caso veio a publico ao interagir em uma ferramenta de perguntas e respostas do Instagram.

Leia também: Carlos Sánchez é apresentado no Santos e revela desejo por usar a camisa 7

Jean Chera foi criticado por um seguidor sobre a atuação que teve no time da Vila e surpreendeu ao responder: “Já vivi tudo que tinha para viver. Até tentativa de assédio sexual já sofri na base do Santos ”. E não deu detalhes.

Resposta no stories do Instagram de Jean Chera
Instagram/Reprodução
Resposta no stories do Instagram de Jean Chera

Outro internauta perguntou se Chera teria provas sobre o caso e o atleta respondeu: “A primeira prova é minha consciência. E a segunda: o treinador foi mandado embora na época e apareceram outros casos (de assédio na base do Santos). Porém, naquela época pouco se falava sobre esse tema”.

Resposta de Jean Chera no Instagram
Instagram reprodução
Resposta de Jean Chera no Instagram

Leia também: Rejeição a Neymar mais que dobrou durante a Copa do Mundo, aponta estudo

Jean permaneceu na equipe praiana entre 2005 e 2011, era uma grande aposta do clube, mas não vingou. Teve passagens por alguns time e atualmente não tem nenhum contrato. 

O Santos declarou que a revelação foi uma surpreesa e que lamenta o caso.

Confira:

"O Santos faz questão de comunicar que foi surpreendida com as declarações do ex jogador do Jean Chera, que foi atleta do clube até 2011. Jean afirmou ter sofrido assédio sexual quando esteve nas categorias de base santista.

Não era do conhecimento da atual gestão a informação, nem tão pouco denúncia sobre o fato. Por fim, o Santos faz questão de se colocar à disposição do atleta e da família para todo amparo necessário, além de possível denúncia e elucidação do lamentável fato tornado público".

Jean Chera não foi o primeiro caso de assédio no Santos

Em abril desse ano,  Ricardo Marco Crivelli, conhecido como  Lica, coordenador das categorias de base, foi acusado de ter violentado garoto de 11 anos em 2010.  

Ruan Petrick Aguiar de Carvalho, que atualmente tem 19 anos, denunciou o caso ao voltar para um teste e descobrir que Lica ainda estava trabalhando lá. 

Leia também:Vitor Bueno curte publicação do Santos que anuncia a demissão de Jair Ventura

Jean Chera não denunciou o caso oficialmente até o momento e apagou o post no stories do Instagram.

    Leia tudo sobre: Futebol