Tamanho do texto

Bruno Henrique se destaca com dois gols, inclusive o da vitória, e ajuda o time paulista a voltar a vencer após três empates seguidos no Brasileirão

Palmeiras e Atlético-MG se enfrentaram na tarde deste domingo, no Allianz Parque, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro e os donos da casa venceram por 3 a 2, em jogo eletrizante e decidido no último minuto. O resultado faz com que a equipe paulista entre no G6, com 23 pontos, o mesmo que já tinha a mineira. Agora, as duas estão a sete do líder Flamengo.

Leia também: Confira como está a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Jogadores do Palmeiras comemoram o primeiro gol da partida, marcado por Moisés
Divulgação
Jogadores do Palmeiras comemoram o primeiro gol da partida, marcado por Moisés

Como era de se esperar antes da bola rolar, Palmeiras e Atlético-MG fizeram um jogo agitado. O time paulista saiu na frente logo aos dois minutos com Moisés após erro do
zagueiro Juninho, o mineiro empatou no início do segundo tempo com Luan. Aos 30 da etapa final, Bruno Henrique fez golaço de falta, mas aos 35 Chará deixou tudo igual. Mas no
último minuto, Bruno Henrique fez o segundo dele e deu a vitória ao Palmeiras.

Esta foi a primeira vitória do escrete alviverde no Brasileirão após ceder três empates consecutivos quando saiu à frente do placar: 2 a 2 com o Ceará, 1 a 1 com o Flamengo e 1
a 1 com o Santos. Outro ponto que vale destacar é o primeiro gol de Bruno Henrique na partida, em falta perfeita. O tento quebrou um jejum em jogos oficiais que durava desde 28 de fevereiro de 2015, quando Robinho fez diante do Capivariano. O clube de Belo Horizonte, por sua vez, perde a segunda consecutiva no torneio nacional.

Como foi Palmeiras 3 e 2 Atlético-MG

Moisés comemora o seu gol com a torcida palmeirense. Por este lance, ele levou cartão amarelo
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Moisés comemora o seu gol com a torcida palmeirense. Por este lance, ele levou cartão amarelo

A partida começou com o Atlético-MG tentando as primeiras ações, mas foi o Palmeiras, logo aos dois minutos, que abriu o placar. O zagueiro Juninho foi tentar chutar bola fácil
na entrada da área, mas bateu com o pé de apoio na bola antes e furou.

A bola, então, sobrou para Moisés. O meia avançou e bateu de perna esquerda, sem chances para Victor, que escolheu um lado para cair. Por conta da comemoração, que não teve nada
de errado, ele levou cartão amarelo.

Aos cinco, nova chance palmeirense. Gustavo Scarpa cobrou escanteio pela direita, Victor socou a bola pra frente e Moisés pegou de primeira com a perna esquerda. A bola passa
pelo goleiro, mas explode no travessão. Na sequência, Bruno Henrique bateu cruzado, mas mandou para fora.

Com 11 minutos de bola rolando, foi a vez de Diogo Barbosa errar no campo defensivo e criar chance para o adversário. Elias tomou a bola do lateral e avançou, mas o meia demorou
para tocar e quando soltou a pelota Ricardo Oliveira estava impedido.

Aos 22 minutos, Fábio Santos tentou passe para Juninho, que já havia falhado, e a bola foi forte demais. Dudu aproveitou a bobeada e saiu cara a cara com Victor. O camisa 7 deu
uma cavadinha, mas o arqueiro desviou e impediu o segundo gol palmeirense.

Oito minutos mais tarde, foi a vez do Atlético-MG chegar bem. Após bela troca de passes desde o campo de defesa, a bola chegou em Ricardo Oliveira, que invadiu a área e tentou
driblar Weverton, mas o goleiro conseguiu ler bem a jogada e tirou para escanteio.

Aos 37 minutos, o time mineiro chegou bem novamente pelo lado esquerdo e a bola ficou com Ricardo Oliveira, que cruzou em direção a Fabio Santos. O lateral tentou um voleio, mas
acabou finalizando fraco e Weverton saltou bem para defender.

O Atlético-MG ainda teve mais uma chance antes do árbitro apitar o fim da partida aos 47 minutos. Moisés recuou para Weverton, mas mandou fraco e obrigou o goleiro a se esticar
e afastar antes da chegada de Luan, que finalizaria livre.

Leia também: Reforço do Santos, Bryan Ruiz é recebido com festa de torcedores em Guarulhos

E após terminar melhor a primeira etapa, o Atlético-MG começou o tempo complementar em cima e logo aos cinco minutos empatou a partida. Desta vez pelo lado direito, o escrete
mineiro trocou bons passes até que José Welison cruzou, Matheus Galdezani finalizou de primeira e Weverton defendeu, mas no rebote Luan mandou para o fundo do gol. Atacante
também leva cartão amarelo ao comemorar.

Depois do gol de empate do Atlético, o jogo passou a ficar mais pegado e nenhuma das equipes criaram boas chances. Mas aos 30 minutos, em falta próxima da área, Bruno Henrique
bateu de perna direita, de forma perfeita. A bola bateu na forquilha e morreu no fundo do gol. Foi o segundo gol palmeirense.

Chará e outros jogadores do Atlético-MG comemoram o gol de empate
Bruno Cantini / Atlético
Chará e outros jogadores do Atlético-MG comemoram o gol de empate

Mas o time comandado por Roger voltaria a ceder o empate. Cinco minutos depois, Elias recebeu na área de costas para o gol e rolou para Chará, que chegou batendo de primeira, de
chapa, no canto alto de Weverton pra deixar tudo igual outra vez. Dois golaços praticamente seguidos no Allianz Parque.

Quando o jogo caminhava para terminar empatado, a bola foi alçada para a área atleticana. Deyverson ajeitou de cabeça e Bruno Henrique conseguiu cabecear para a rede. Foi o
segundo gol do volante na partida, o terceiro do Palmeiras para garantir a vitória após três empates seguidos. A partida teve ainda mais dois minutos de muita discussão e, após
o apito final, Matheus Galdezani, do Atlético, acabou expulso por xingar o árbitro.

Bruno Henrique corre e comemora golaço de falta pelo Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Bruno Henrique corre e comemora golaço de falta pelo Palmeiras

Leia também: Emocionado em despedida do Corinthians, Rodriguinho garante: "Pretendo voltar"

Outros jogos desta tarde

Além da vitória do Palmeiras , houve outros quatro jogos nesta tarde válidos pela 14ª rodada do Brasileirão. Na Fonte Nova, o Bahia goleou o Vitória por 4 a 1; em casa, o Paraná venceu o América-MG por 1 a 0; em Recife, o Fluminense derrotou o Sport por 2 a 1; em São Januário e com um a menos desde os 31 do primeiro tempo, o Vasco bateu o Grêmio pelo placar mínimo. A rodada só terminará nesta segunda-feira, com a partida entre Internacional e Ceará. A 15ª começará nesta quarta e terá jogos também na quinta e outros dois somente no dia 29 de agosto.

    Leia tudo sobre: futebol