Tamanho do texto

Rodada ainda teve o empate sem gols entre Paraná e Grêmio e a vitória do América-MG sobre o Botafogo; confira um resumo dos jogos

Quatro jogos da sexta rodada do Brasileirão agitaram a tarde deste domingo País afora. No Morumbi, o São Paulo venceu o Santos por 1 a 0, na Arena Pernambuco, Sport e Corinthians empataram em 1 a 1, já na Vila Capanema, o Paraná enfrentou o Grêmio e não saiu do zero, enquanto no Horto, o América-MG derrotou o Botafogo por 1 a 0.

Leia também: Buffon dá adeus à Juventus como um dos maiores goleiros da história

Diego Souza comemora o gol do São Paulo que deu a vitória sobre o Santos pela sexta rodada do Brasileirão
Divulgação/São Paulo FC
Diego Souza comemora o gol do São Paulo que deu a vitória sobre o Santos pela sexta rodada do Brasileirão

Com os resultados, o São Paulo segue como o único time invicto no Brasileirão e sobe para a sexta colocação, com dez pontos. O Santos, que perde a terceira em três jogos fora de casa, fica estacionado com seis pontos. O Corinthians permanece na terceira colocação, com 11 pontos, e o Sport subiu uma posição e agora está em décimo, com oito pontos.

O Paraná , por sua vez, segue sem vencer na competição nacional e agora está com dois pontos, mas na última posição. O Grêmio caiu para a sétima colocação, com nove pontos. Quem também subiu bastante na tabela foi o América-MG , que chegou aos dez pontos e agora está em quinto. O Botafogo , porém, caiu para nono, com oito pontos. Abaixo, confira um resumo dos quatro jogos desta tarde.

No Morumbi

No clássico paulista da rodada, o São Paulo foi melhor que o Santos nos primeiros 45 minutos. Com uma pressão no campo do adversário, que encontrou dificuldades para trocar passes e criar jogadas, o time da casa teve ótimas chances de abrir o placar, mas a mira estava ruim.

Após os 30 minutos, o Santos conseguiu ficar mais com a bola, mas dependeu da correria de Dodô e Rodrygo, demonstrando clara falta de criatividade, o que tem acontecido no time de Jair Ventura desde o início do ano.

O segundo tempo começou com o time alvinegro tendo a primeira chance em cabeceio de Renato, mas a bola foi para fora. Aos dez, Everton cruzou da esquerda muito bem e encontrou Diego Souza no meio da zaga, que cabeceou firme e abriu o placar para os donos da casa.

Antes dos 20, a bola sobrou após bate e rebate e Jean Mota resolveu arriscar. O chute saiu muito forte, mas Sidão conseguiu fazer grande defesa. A equipe tricolor recuou após abrir o placar, mas mesmo assim o Santos continuou encontrando dificuldades de criação.

Aos 32 minutos, o Santos teve uma ótima chance. Gabriel lançou Yuri Alberto, que dividiu com Sidão e ganhou, mas ficou sem ângulo. Ele tocou para o meio, mas ninguém apareceu para desviar para o gol. Já nos minutos finais, os jogadores são-paulinos sentiram muito a parte física, entretanto os santista não souberam aproveitar.

Leia também: Torcedores do Napoli querem indenização milionária de Douglas Costa; entenda

Aos 44, Victor Ferraz cruzou, Sidão bateu roupa e Dodô foi pego desprevenido. Ele chegou a tocar na bola, mas, como foi no susto, ela saiu. No final, a partida ficou tensa e Anderson Martins foi expulso após tomar dois cartões amarelos. O jogo foi até os 51 minutos e o São Paulo conseguiu a vitória para manter a invencibilidade na competição nacional. O Santos já acumula a terceira derrota em três jogos fora de casa.

Arena Pernambuco

Carlos Henrique fez o gol de empate do Sport após Roger abrir o placar para o Corinthians
Anderson Freire/@sportrecife
Carlos Henrique fez o gol de empate do Sport após Roger abrir o placar para o Corinthians

Na partida entre Sport e Corinthians, o time paulista foi quem assustou pela primeira vez. Os pernambucanos responderam com jogada criada por Everton Felipe, mas Gabriel pecou na hora de finalizar. Com alguns titulares poupados, o time de Carille na primeira etapa jogou com duas linhas de marcação.

A primeira etapa foi razoável e o Sport foi quem mais tentou, porém não conseguiu explorar seu jogo de troca de passes e abusou dos cruzamentos. Logo no início da segunda etapa, aos nove, Roger subiu no meio da zaga após cruzamento de Mateus Vital e abriu o placar para o Corinthians na Arena Pernambuco.

Exatamente nove minutos depois, Rogério fez boa jogada e serviu para Carlos Henrique, que conseguiu girar e bater para empatar o jogo para o Sport. Após o empate, o Sport seguiu em cima, principalmente pelo lado esquerdo, que estava mal. As principais chances do time rubro-negro foram por ali. Aos 48, o árbitro apitou o final da partida: tudo igual na Arena Pernambuco.

Vila Capanema

Paraná e Grêmio não saíram do zero em Curitiba; time paranaense segue sem vencer no Brasileirão
Reprodução
Paraná e Grêmio não saíram do zero em Curitiba; time paranaense segue sem vencer no Brasileirão

Praticamente com sua equipe titular, o Grêmio ficou com a posse de bola desde o início da partida contra o Paraná, que se fechou bem e conseguiu neutralizar as jogadas do tricolor gaúcho. Os contra-ataques, no entanto, não funcionaram e a primeira etapa terminou sem gols.

No início da etapa complementar, André balançou as redes, mas ele estava impedido e o gol foi anulado. Aos 30 minutos, Caio Henrique teve boa chance de fazer o gol do Paraná, mas chutou por cima quando finalizou. Logo depois, o Grêmio respondeu com cabeçada de Lima, mas o goleiro Thiago salvou.

No final, Cícero teve grande chance ao entrar livre na área e tentar desviar cruzamento de Ramiro. Ele chega a tocar, mas a bola passa raspando a trave direita. O jogo foi até os 52 minutos e o Paraná tentou o gol para vencer a primeira no Brasileirão, mas sem êxito. Tudo igual entre Paraná e Grêmio.

Horto

O América-MG venceu o Botafogo no Horto
MOURÃO PANDA / AMÉRICA
O América-MG venceu o Botafogo no Horto

América-MG e Botafogo fizeram boa partida nos primeiros 45 minutos. O time da casa chegou mais, só que a melhor chance foi botafoguense, com Brenner e João Ricardo. Em geral, foi um bom duelo. O início da segunda etapa foi com o América pressionando, mas sem conseguir ultrapassar a defesa visitante.

A partida no segundo tempo estava tecnicamente fraca, mas aos 32 minutos Rafael Moura recebeu na entrada da área, fez boa jogada e tocou para Juninho, que, de biquinho, finalizou no canto e abriu o placar no Horto. Após o gol, o Botafogo passou a segurar a bola no ataque, porém o América se fechou bem e não deixou que chances de gol fossem criadas.

Leia também: Iminente saída de Griezmann faz Atlético de Madri mirar contratação de Vardy

Aos 48 minutos, o árbitro encerrou o duelo com vitória para o América-MG, que começa muito bem o Brasileirão .

    Leia tudo sobre: futebol