Tamanho do texto

Peixe derrota o Estudiantes fora de casa por 1x0 e assume a liderança do Grupo 6 da Taça Libertadores da América; Arthur Gomes marca o gol do jogo

O Santos está mais vivo do que nunca na Libertadores . A equipe comandada por Jair Ventura vence o Estudiantes por 1x0 na Argentina, nesta quinta-feira (5), pela terceira rodada do Grupo 6 da competição. Arthur Gomes foi o autor do único gol da partida

Arthur Gomes foi o autor do gol que deu a vitória ao Santos
Ivan Storti/Santos FC
Arthur Gomes foi o autor do gol que deu a vitória ao Santos

Com o resultado, o Santos  foi aos seis pontos e assumiu a liderança isolada do grupo. O Estudiantes é o segundo, com quatro pontos conquistados, mesma pontuação do Real Garcilaso. O Nacional-URU, é o lanterna, com dois pontos.

O jogo

Jogando fora de casa contra o líder do grupo, o Santos fez questão de equilibrar as ações desde o início da partida. Apostando na velocidade pelas pontas, o time de Jair Ventura agredia o adversário no contra ataques. Mais fria, a equipe argentina trabalhava a bola no campo de ataque e procurava triangular pelo meio.

Leia também: Árbitros são ameaçados e recebem balas de pistola dentro de envelopes

Aos onze minutos, o Estudiantes quase abriu o placar com Melano, que finalizou na trave após cruzamento da direita. No lance seguinte, foi a vez de Schunke cabecear após bola alçada na área e parar em boa defesa de Vanderlei. Apesar do breve momento de pressão, foi o Peixe quem conseguiu abrir o placar aos 18 minutos: Arthur Gomes recebeu em velocidade no contra ataque e acionou Sasha, que se livrou da marcação e acertou a trave. Na sobra, Arthur Gomes foi oportunista e empurrou para as redes. 

Após o gol, a proposta de contra ataque santista ficou ainda mais claro. Postado no campo de defesa, o time brasileiro armava uma armadilha para os argentinos, que trabalhavam a bola com paciência para tentar abrir espaços na defesa alvinegra. Bem posicionado na defesa, o Santos resistiu sem sustos às investidas do Estudiantes na primeira etapa e ainda teve ótima chance de aumentar sua vantagem aos 44 minutos, mas Jean Mota, livre na marca do pênalti, acabou chutando por cima do gol de Andújar.

Leia também: Griezmann e Cavani viram alvo da Juventus para próxima temporada, diz jornal

Na segunda etapa, o tom do jogo seguiu o mesmo, com domínio pouco contundente dos argentinos contra tentativas de contra ataques frustradas da equipe santista. Aos 14, Vanderlei voltou a aparecer com boa defesa após Lattanzio desviar cruzamento na área. Pouco depois, Jair Ventura fez sua primeira mudança ao promover a entrada de Léo Cittadini na vaga de Arthur Gomes. Dez minutos depois, o treinador do Peixe optou por Diogo Vitor, que rendeu Rodrygo.

Aos 36, a equipe argentina novamente chegou muito perto do empate, mas Vanderlei voltou a salvar o Santos ao defender cabeçada de Melano e o chute de Pavone no rebote. O show do goleiro santista continuou e, aos 42, ele usou os pés para defender chute de Pavone de dentro da pequena área.

Nos últimos lances da partida, até o goleirão Andújar foi para a área santista para tentar furar a defesa brasileira, mas a tentativa foi em vão e o Santos conseguiu segurar o ótimo resultado fora de casa.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.