Tamanho do texto

O campeão brasileiro de 2017 empatou em casa contra o Atlético-MG

Corinthians tem casa cheia no jogo da taça
Reprodução
Corinthians tem casa cheia no jogo da taça

No jogo da taça, o Corinthians recebeu o Atlético-MG em casa e entrou em campo sem Romero, que estava suspenso. A equipe de Fábio Carille começou bem, mostrando energia e a primeira chance já aconteceu aos dois minutos de bola rolando, com chute Jadson. 20 minutos depois, o meia tenta mais uma bela finalização, mas que acerta o travessão do goleiro Victor.

LEIA TAMBÉM: Neymar faz desabafo e divulga números de pessoas que estão se passando por ele

Com chances melhores, o campeão do Brasileirão 2017 foi surpreendido pelo visitante. Aos 28 minutos, Otero faz cobrança de falta e não deu nem chances para Cássio. Assim, abriu o placar em 1 a 0 para o Atlético de Minas. O Corinthians tentou igualar a marcação e teve uma boa tentativa com Clayson, que chutou pro lado de fora da rede. Mas o gol saiu aos 35, com Jadson cobrando falta e empatando o placar em 1 a 1.

Na volta do intervalo, o Corinthians trocou Camacho por Marquinhos e começou o segundo tempo da partida empolgado atrás de mais um gol. Aos 7, Rodriguinho bateu de primeira e quase ampliou o placar, mas foi impedido pelo goleiro do time mineiro. Não muito tempo depois, Marquinhos Gabriel colocou no ângulo direito e não deu chances para Victor, 2 a 1 para o Timão.

Aos 19, após cobrança de escanteio de Otero, Fred cabeceou no canto direito e empatou o placar novamente. Por pouco, o Atlético-MG não fez o terceiro. O mesmo autor da segunda marcação dribou Cássio, mas acabou chutando por cima do gol. Do outro lado, o Timão teve boa chance aos 35, de fazer mais um com Maycon, mas Victor espalmou e tirou a bola.

O Corinthians manteve pressionando na busca pelo terceiro gol mas ainda assim, a partida terminou empatada em 2 a 2 na Arena. Apesar de já ter levado o título, foram computados mais um ponto para o clube paulista. Enquanto isso, o Atlético-MG desce uma posição e ocupa a nona colocação da tabela.

Ponte Preta 2 x 3 Vitória

Ponte Preta leva virada do Vitória e é rebaixada para a Série B
Reprodução
Ponte Preta leva virada do Vitória e é rebaixada para a Série B

Ambos concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento, Ponte Preta recebeu o Vitória no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Foram mais de 10 mil ingressos vendidos antecipadamente e com a casa cheia, a Macaca fez a alegria da torcida ao abrir o placar aos 8 minutos de bola rolando. Lucca dominou na área e mexeu a rede do goleiro Fernando Miguel.

Quatro minutos depois, a Ponte continuou insistindo com cobrança de falta de Danilo, mas desta vez, o arqueiro adversário salvou. Aos 16 minutos, o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro marca pênalti para os donos da casa em cima de Léo Arthur. Danilo cobra e amplia o placar com chute no canto esquerdo, 2 a 0. Pouco tempo depois, confusão entre Rodrigo, da Ponte, com Tréllezno gramado. O árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro expulsa o jogador da Macaca.

Após substituições, os dois times ainda tiveram chances de gol. Tréllez deu susto em Aranha e Fernando Miguel salvou chute de Nuno Paraíba. Aos 45, David aproveitou rebote, mas ainda assim, chutou nas mãos do goleiro da Ponte e manteve o placar zerado para o Vitória.

No segundo tempo, ambos times entraram sem mexer na escalação e aos 14, André Lima diminuiu o placar e fez o primeiro do Vitória. Um minuto depois, Tréllez não deu chances para Aranha e empatou para o time baiano, 2 a 2. Depois disso, a Ponte se fechou no campo de defesa.

Mesmo tentando se fechar, não foi o suficiente para impedir que o Vitória marcasse o terceiro. Aos 37, Tréllez, mais uma vez, faz para a equipe da Bahia. O clima ficou tenso nas arquibancadas e a torcida da Ponte invadiu o gramado antes mesmo da partida terminar e o jogo foi interrompido.

Com a derrota, a Macaca decreta sua vaga para a Série B do ano de 2018. Já o Vitória sai do Z-4, ocupa a 15ª colocação do Brasileirão, mas decide seu futuro do próximo ano somente na última rodada, contra o Flamengo.

Cruzeiro 0 x 1 Vasco

Cruzeiro x Vasco pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017
Reprodução
Cruzeiro x Vasco pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017

No Mineirão, o campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro já tinha vaga garantida na Libertadores e recebeu o Vasco. O jogo começou equilibrado e o primeiro risco ficou por conta dos visitantes, com chute de Robinho, a bola passou raspando na trave. Aos 20 minutos, o Vasco dá a resposta com chute rasteiro de Nenê, que é desviado. Na cobrança de escanteio, Paulão abre o placar, de cabeça, para o time carioca.

O Vasco foi seguindo o jogo com calma e levou susto com dois chutes de Arrascaeta. Um deles passou para fora e o outro foi tirado em cima da linha por Henrique. A partir daí, o Cruzeiro reagiu e aumentou as chances de criar novas jogadas, mas ainda assim, foi impedido pela marcação carioca.

O Cruzeiro voltou para o segundo tempo segurando mais a bola e tentando encontrar chances de empate. Aos 20, Arrascaeta quase marcou o primeiro gol do time mineiro, mas Martín Silva tirou com o pé. O dono da casa buscou a marcação, mas do outro lado o Vasco manteve buscando o segundo.

Nos 30 minutos, Pikachu e Rafael fizeram bela jogada para ampliar o placar, mas Lucas Romero salvou o Cruzeiro. No entanto, Thiago Neves e Henrique tentaram fazer o primeiro da equipe mineira, mas nas duas vezes, foram surpreendidos por Martín Silva. Mesmo com os cinco minutos de acréscimos, a Raposa não conseguiu o empate o jogo terminou em 1 a 0 para o Vasco.

LEIA TAMBÉM: Jogador tem momento de ausência impressionante e "apaga" durante partida; veja

Coritiba 1 x 2 São Paulo

Coritiba x São Paulo pela 37ª rodada do Brasileirão
Reprodução
Coritiba x São Paulo pela 37ª rodada do Brasileirão

O Coritiba recebeu o São Paulo no Estádio Couto Pereira pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem vencer há cinco partidas, o Tricolor briga ainda por uma tentativa de classificação para a Libertadores. Sem Hernanes e Lucas Pratto, o treinador Dorival Junior apostou no jovem Brenner. Aos 17 anos de idade, é considerado uma joia das categorias de base do clube. E logo aos 4 primeiros minutos da partida, o atacante fez finalização que passou perto do gol.

A partida se manteve equilibrada e morna por bastante tempo no início da partida. Sidão salvou o São Paulo aos 28 e tirou cabeçada de Alan Santos. O time do Morumbi até tentava avançar, mas esbarrava na marcação paranaense. Aos 38 minutos, o árbitro Anderson Daronco, do Rio Grande do Sul, aponta toque de mão de Edimar e marca pênalti para o Coritiba. Wilson marca e abre o placar em 1 a 0.

Sem mudanças na volta para o segundo tempo, o São Paulo fez substituições pouco antes dos 20 minutos, quando colocou Thomaz no lugar de Aranuna. Aos 22, Éder Militão empata o jogo para o Tricolor e deixa a partida em 1 a 1. Três minutos depois, o segundo gol sai com Rodrigo Caio.

O Coritiba teve chance de empate no fim da partida, com cobrança de Thiago Carleto, mas Sidão fez a defesa e o placar final terminou em 2 a 1, de virada, para o Tricolor. Com o resultado, o time paulistano sobe dois pontos e ocupa a 11ª posição. Já o Coritiba cai um e fica na 16ª posição, de raspão no rebaixamento. A vitória para o time paranaense era essencial para fortificar e definir suas chances de se manter na Série A do campeonato.

Avaí 1 x 0 Atlético-PR

Avai x Atlético-PR, em Florianópolis
Reprodução
Avai x Atlético-PR, em Florianópolis

Em casa, o Avaí entrou em campo na Ressacada, em Florianópolis, precisando apenas da vitória. Logo aos cinco primeiros minutos da partida, o catarinense já pressionou com chute de Maurinho, que contou com a defesa do goleiro Weverton. Aos 15, Maicon abre o placar com chute no ângulo.

O Atlético tentou igualar o jogo, mas foi impedido com bela defesa de Douglas, que tirou cabeçada de Henrique. No entanto, o passe de bola do time mineiro era superior ao time da casa. Mesmo assim, o placar final do primeiro tempo fechou em 1 a 0 para o Avaí.

Sem alterações em ambas equipes, aos 10 minutos Alemão e Sidclei se trombam dentro da área e o juiz marca mais um pênalti na partida. O zagueiro do Avaí ficou deitado no gramado por alguns instantes e precisou ser atendido pela equipe médica. No entanto, na cobrança, Fabrício desperdiçou a chance de empate do Atlético e isolou a bola.

Apesar de estar na frente no placar, o Avaí é inferior quanto ao passe de bola e em busca de tentar mudar o jogo, o Atlético-PR troca Lucas Fernandes por Felipe Gedoz. O time de Santa Catarina tentou ampliar o placar e teve boa chance com Alemão, mas foi impedido por Weverton, que tirou a bola em cima da linha.

Mesmo com a vitória, o Avaí não deixa a zona de rebaixamento e vai decidir na última rodada se fica ou não na Série A do Campeonato Brasileiro. Do outro lado, a vitória para o Atlético era significado de briga pelo G-7. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.