Tamanho do texto

Volante do Palmeiras arremessou sua munhequeira em direção a Clayson, do Corinthians, e deve ser suspenso por alguns jogos

Felipe Melo arrumou confusão no intervalo de Corinthians x Palmeiras, em Itaquera
Reprodução
Felipe Melo arrumou confusão no intervalo de Corinthians x Palmeiras, em Itaquera

O volante Felipe Melo ficou no banco de reservas durante todo clássico realizado em Itaquera, onde o Corinthians venceu o Palmeiras por 3 a 2, mas pode pegar um gancho pesado no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por conta de uma confusão que ele armou no intervalo da partida, na descida dos jogadores para os vestiários.

Leia também: Corinthians vence 'final' brigada contra Palmeiras e abre 6 pontos na liderança

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra Felipe Melo arremessando um objeto em direção ao corintiano Clayson, que admitiu que o palmeirense já vinha querendo arrumar briga com ele há tempos, desde a época em que atuava na Ponte Preta. O objeto era uma munhequeira.

Confira os vídeos da confusão na parte interna da Arena:



E Clayson falou sobre o episódio: "Não sei o que passa na cabeça dele e nem quero saber. Ele quis dar uma de doido e veio para cima de mim. Isso aí se resolve dentro de campo. Não tenho nada contra ele, nem a favor. Não sou amigo e nem quero ser. Ele gosta de aparecer. A rapaziada separou ali e acabou morrendo", comentou o jogador do Corinthians. 

Leia também: David Luiz bate de frente com treinador e é barrado no Chelsea

Também questionado sobre a confusão, o meia Moisés evitou polemizar. "Eu não estava, então não vou falar porque não sei exatamento o que aconteceu. Ouvi que ele falou alguma coisa para o Clayson, que teria jogado alguma coisa. Mas também não sei, porque desci antes e não estava presente. Prefiro que eles falem para dar a versão verdadeira do que aconteceu", avaliou.

Pode ter punição

Esse tipo de episódio sempre é analisado pelo STJD, que já está com as imagens e deve se pronunciar em breve sobre uma possível punição ao jogador do Palmeiras, que não entrou na partida e deixou a Arena em Itaquera sem falar com a imprensa. Dependendo do artigo enquadrado, o gancho pode ser de até seis jogos.

Leia também: PM prende torcedores do Corinthians com barras de ferro, arma e ingressos

"Não estou sabendo o que aconteceu. Acabei de ser informado que teve uma bate-boca entre os jogadores, e depois vamos saber melhor o que aconteceu", disse o presidente alviverde, Maurício Galiotte, sobre o episódio com Felipe Melo.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.