Tamanho do texto

Derrota dentro de casa por 1 a 0 tirou o sonho do Peixe do tetra na Libertadores; torcida revoltada depredou arredores do estádio

Derrota para o Barcelona de Guayaquil (EQU) elimina o Santos da Conmebol Libertadores Bridgestone
Reprodução
Derrota para o Barcelona de Guayaquil (EQU) elimina o Santos da Conmebol Libertadores Bridgestone

A derrota do Santos por 1 a 0 para o Barcelona de Guayaquil (EQU) nas quartas de final da Taça Libertadores cravou a eliminação do Peixe no campeonato. O resultado gerou revolta em muitos torcedores e como consequência, uma grande confusão se iniciou do lado de fora da Vila Belmiro, que recebeu 12.730 pessoas para a partida.

LEIA TAMBÉM: Hooligans invadem campo e são contidos por policiais e jogadores; assista

Logo após o apito final do juiz peruano Víctor Carrillo, os arredores do Estádio Urbano Caldeira ficaram tumultuados. Alguns torcedores do Santos se revoltaram, apedrejaram o ônibus da equipe e depredaram as partes externas do local. A Polícia Militar, para tentar contê-los, jogou bombas de efeito moral e utilizou gás de pimenta. Foram ouvidas mais de 25 bombas e os torcedores que não estavam envolvidos, corriam para fugir do conflito.

Para evitar maiores confusões, a torcida que ainda estava dentro do estádio foi recomendada para ali permanecer, até que os ânimos fossem acalmados. Mas alguns torcedores ainda tentaram invadir o vestiário dos jogadores.

Assista o vídeo:

O conflito durou pouco mais de 20 minutos e então, os portões da Vila foram reabertos para que os torcedores pudessem sair com segurança. O ônibus do time foi depredado, assim como carros que ali perto estavam estacionados. No chão, era possível ver marcas de sangue.

LEIA TAMBÉM: Exemplo de superação, Jakson Follmann recebe prêmio Brasil Mais Inclusão

Ônibus do Santos é depredado pela torcida
Reprodução
Ônibus do Santos é depredado pela torcida


Carro é depredado nos arredores da Vila Belmiro
Reprodução/ TV Tribuna
Carro é depredado nos arredores da Vila Belmiro


Marcas de sangue no chão dos arredores da Vila Belmiro
Reprodução/ TV Tribuna
Marcas de sangue no chão dos arredores da Vila Belmiro







































LEIA TAMBÉM: Jogador ex-Ponte Preta se irrita ao ser dado como morto após terremoto no México

Eliminação

Até a noite desta última quarta-feira (20), o Santos era o único invicto da Libertadores . Sem três de seus titulares, o alvinegro praiano tinha de certa forma uma boa vantagem, já que o jogo de ida no Equador tinha acabado em 1 a 1. Um placar sem gols era o suficiente para o time avançar à semifinal, mas aos 22 minutos do segundo tempo, Jonatan Álvez marcou para o Barcelona-EQU.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.