Tamanho do texto

Agressor acertou uma forte pedrada na cabeça de um torcedor rival e pode pegar até quatro anos de prisão

Briga entre torcedores de times da Costa Rica
Reprodução
Briga entre torcedores de times da Costa Rica

A última rodada do Campeonato Costarriquenho foi marcada por cenas de terror após o duelo entre  Cartaginés e Club Sport Herediano , quando torcedores dos dois times protagonizaram uma verdadeira batalha nos arredores do Estadio "Fello" Meza, localizado na cidade de Cartago.

Leia também: Tatuagens podem diminuir desempenho de jogadores, diz especialista

O saldo da briga generalizada entre torcedores foi de quatro pessoas feridas com certa gravidade, sendo que uma delas precisou passar por uma cirurgia delicada depois de levar uma forte pedrada na cabeça e ser internada com sério traumatismo craniano. 

Leia também: Suspeito de envolvimento em morte de fundador da Mancha é preso no litoral

Os vídeos do confronto entre as torcidas circularam pela internet e é possível observar o exato momento que alguns fãs do Herediano espancaram com socos e pontapés no rosto um rival do Cartaginé, que está caído no chão, sem conseguir se defender. O rapaz ainda leva uma pedrada na cabeça e desmaia.

Veja no vídeo. As imagens são fortes

A agressão covarde foi considerada tentativa de homicídio e as autoridades começaram a fazer uma busca pelo suspeito nas horas posteriores. O agressor, no entanto, se entregou de forma voluntária à polícia da Costa Rica e pode receber uma pena de quatro anos de prisão.

Culpa de quem?

A Unafut (União de Clubes de Futebol da Primeira Divisão) emitiu um comunicado oficial responsabilizando o Ministério de Segurança Pública pelos acontecimentos, além de condenar a atuação das forças policiais. "É uma situação que não cabe nenhuma desculpa".

Leia também: Delegação da Chapecoense é recebida pelo papa Francisco no Vaticano

O Ministério, por sua vez, avisou que o plano de segurança proposto pelo Cartaginés, mandante da partida, não havia sido aprovado pelas autoridades e que a Unafut havia permitido que o jogo acontecesse mesmo sem essa liberação. E também reprovou os torcedores envolvidos na confusão.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.