Tamanho do texto

Atacante brasileiro teria mentido a dirigentes e companheiros de time, dizendo que não iria para o PSG. Mas a decisão já estava tomada

Neymar deixou o Barcelona pela porta dos fundos e hoje é jogador do PSG, da França
AS / Reprodução
Neymar deixou o Barcelona pela porta dos fundos e hoje é jogador do PSG, da França

Já confirmado como reforço do PSG para temporada 2017/2018, os bastidores da saída de Neymar do Barcelona começam a aparecer aos poucos. De acordo com a imprensa espanhola, o jogador brasileiro mentiu para o clube catalão, juntamente com seu pai, traindo muitas pessoas que fazem parte do dia a dia do time.

Leia também: Espanhóis não sabem perder! Neymar é chamado de mercenário após ida ao PSG

As informações são do diário "Sport", que acusa Neymar de mentir e "alimentar um jogo esquizofrênico" na tentativa do Barça em manter o atleta em seu elenco, sendo que a decisão de se mudar para o futebol francês já estava tomada há tempos. A publicação ainda revela que o jogador "chorou copiosamente" durante uma reunião com membros da diretoria.

Além disso, o atacante também teria mentido para seus companheiros de time quando disse que ficaria na Espanha. Isso teria motivado o post do zagueiro Piqué com a famosa legenda "se queda" (ou "fica", em português). Lionel Messi e o presidente Josep Maria Bartomeu se mobilizaram para tentar mantê-lo na equipe, mas de nada adiantou.

Leia também: Barcelona notifica Uefa sobre venda: "Nenhum jogador está acima do clube"

Na coletiva de imprensa em sua apresentação oficial no PSG , o brasileiro se defendeu das acusações de traição. "Não fiz nada de errado , é difícil responder essa pergunta. Fico triste se alguém está pensando dessa forma. Não faltei com respeito com ninguém, não somos robôs para ficarmos obrigados. Estava no meu direito, sou muito agradecido por todos os barcelonistas. Fico triste de todos que pensam dessa forma", comentou.

Leia também: Paris Saint-Germain mira contratação de Mbappé, do Monaco

Em outro ataque recente ao jogador, o mesmo "Sport" disse que ele representa a realidade do futebol profissional na atualidade: o dinheiro acima de tudo, um mundo de mercenários onde valores e sentimentos têm pouca importância. E que o atacante e seu pai acenaram positivamente para oferta francesa pelo fato de os vencimentos serem praticamente o dobro do que eram no Barcelona.

Maior da história

O PSG pagou 222 milhões de euros (cerca de R$ 815 milhões) ao Barcelona para contratar Neymar na negociação mais cara de toda história do futebol - além disso, o brasileiro receberá um salário astronômico de 30 milhões de euros por temporada, durante cinco anos. 

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.