Tamanho do texto

Atacante argentino ainda tem contrato com o São Paulo, mas não parece disposto a retornar ao clube brasileiro

Centurión ainda pertence ao São Paulo, mas está emprestado ao Boca Juniors
OLÉ/REPRODUÇÃO
Centurión ainda pertence ao São Paulo, mas está emprestado ao Boca Juniors

O atacante Centurión está com seu futuro indefinido. Com seu contrato de empréstimo junto ao Boca Juniors encerrado, a expectativa é que o argentino de 24 anos de idade retorne ao São Paulo, clube pelo qual tem vínculo até o fim de 2019. O atleta, porém, pode ser negociado e nem voltar a vestir a camisa tricolor.

Leia também: "Álcool ainda vai arruinar a carreira do Centurión", diz ex-namorada do atacante

Mas nesta terça-feira ele surpreendeu. Em entrevista à rede de TV "TyC Sports", Centurión garantiu que abandonará o futebol se não continuar no time de Buenos Aires: "Se eu não seguir no Boca, eu me aposento", disse o jogador, para espanto dos jornalistas que comandavam a conversa.

Confira no vídeo abaixo a declaração bombástica do atacante:

O São Paulo já adiantou que não pensa em fazer um novo empréstimo do atacante, só o negocia em definitivo - o valor estipulado está em 6 milhões de dólares, algo em torno de R$ 19,8 milhões. O Boca ainda tenta abaixar essa quantia para contar com o jogador na próxima edição da Libertadores.

Leia também: Centurión é denunciado por agredir a ex-namorada: "Me estilhaçou três dentes"

"Jogar a Libertadores e poder ganhar com o Boca seria um sonho", disse Centurión. "Me emociono quando as pessoas falam que posso ser um ídolo do clube, ainda mais vestindo a camisa 10, que não é nada fácil", completou o atacante.

Polêmicas extra-campo

Melisa Tozzi, ex-namorada do atacante argentino, revelou que o atleta tem problemas com o álcool há alguns anos e pediu que ele mesmo faça alguma coisa para sair disso - lembrando que a moça o denunciou recentemente às autoridades de Buenos Aires, acusando de violência doméstica e agressão.

Leia também: Neymar é o jovem mais bem pago do mundo esportivo, aponta estudo

"Ele precisa ter consciência e se ajudar. É uma excelente pessoa, mas o álcool ainda vai arruinar sua carreira de jogador de futebol e tudo que ele se propõe a fazer. Ele tem problemas com isso", disse Melisa em entrevista ao "Todo Noticias"

A moça ainda disse que Centurión bebe cerveja praticamente todo dia. "Eu já vi ele indo para os treinamentos do Boca de ressaca", completou.

    Leia tudo sobre: Futebol