Tamanho do texto

Ex-jogador teria tirado a roupa de uma jornalista, que gritou e só deixou o prédio com a presença da polícia local. "Eu fiquei com medo", disse a mulher

Diego Maradona foi um dos convidados da Fifa para assistir à final da Copa das Confederações em São Petersburgo, na Rússia. Mas após a vitória da Alemanha sobre o Chile por 1 a 0 , o ex-jogador foi acusado por uma mulher de assédio  na madrugada de domingo para segunda-feira, no hotel onde ele estava hospedado.

Leia também: Alemanha suporta pressão chilena e conquista  Copa das Confederações pela 1ª vez 

Em um vídeo divulgado pela imprensa local, a mulher, identificada pelos sites "Life.ru" e "Ridus.ru" como Ekaterina Nadolskaya, disse que é jornalista e que gritou após Maradona tirar parte de sua roupa e ameaçar abusá-la e ainda ter oferecido 500 euros (aproximadamente R$ 1900, na cotação atual). Foi então que, segundo a jovem, o argentino a expulsou do quarto, mas ela afirmou que só sairia com a presença da polícia russa.

Maradona entrega medalha para Draxler, da Alemanha, após a final da Copa das Confederações
Divulgação
Maradona entrega medalha para Draxler, da Alemanha, após a final da Copa das Confederações

“Eu estava no quarto dele e simplesmente chamou a segurança, que me levantou e botou neste sofá. Quero saber por que me tiraram do quarto. Eu não entendi o que aconteceu. Eu disse que só vou sair daqui com polícia. Eu disse para ele que ia chamar a polícia, ele disse que ia chamar a segurança então. Chegou o agente dele e chamou a segurança", disse a mulher.

Leia também: Estátua de Suárez em sua terra natal é arrancada: "Fui ao casamento de Messi"

"O segurança chegou e me tirou do quarto e me colocou nesse sofá. Ele tentou mexer comigo, por que eu não posso chamar polícia? Chegou o agente dele, começou a falar grosso comigo, jogou meu telefone no chão. Eu fiquei com medo. No quarto dele ainda tem minhas coisas, não deu tempo de arrumar a minha bolsa. Peçam para ele devolver minhas coisas", continuou.

De acordo com jornais locais, Ekaterina desceu do apartamento acompanhada por três seguranças por volta das 3h, no horário de Brasília, desta segunda, e depois saiu do prédio ao lado de um policial. A assessoria de imprensa do hotel informou que não faria nenhuma declaração sobre o caso e não iria confirmar se Pibe está mesmo hospedado naquele local.

Site russo divulga imagem do encontro entre Ekaterina Nadolskaya, de preto, e de Diego Maradona, em restaurante russo
Divulgação
Site russo divulga imagem do encontro entre Ekaterina Nadolskaya, de preto, e de Diego Maradona, em restaurante russo

Leia também: Dagoberto fecha com clube dos EUA e vai jogar fora do Brasil pela primeira vez

Apesar disso, o ex-jogador foi visto no saguão do hotel pelos hóspedes. Além disso, seguranças foram espalhados pelo andar que ele estava desde a noite da última sexta-feira e um carro da Fifa ficou à disposição dele estacionado na calçada. Na noite de domingo, após a decisão, ele foi para um restaurante, onde conheceu Nadolskaya e suas amigas. Segundo ela, a intenção era apenas fazer uma entrevista.

Participação na final

Maradona e Ronaldo foram dois dos convidados pela Fifa para participar da festa da final da Copa das Confederações
Divulgação
Maradona e Ronaldo foram dois dos convidados pela Fifa para participar da festa da final da Copa das Confederações

Maradona foi um dos convidados pela Fifa para a festa de encerramento da Copa das Confederações. Ele entrou, ao lado de Ronaldo, no gramado, depois do apito final, para entregar as medalhas aos alemães e chilenos. O ídolo do Napoli atualmente mora em Dubai e recentemente assumiu o comando do Al Fujairah, equipe da segunda divisão dos Emirados Árabes.


    Leia tudo sobre: futebol