Tamanho do texto

Atacante se despediu da Roma no último mês de maio, mas avisou que ainda não se aposentou dos gramados

O Tokyo Verdy , clube do futebol japonês, fez uma oferta salarial de 3,6 milhões de euros (cerca de R$ 13,4 milhões) ao atacante Francesco Totti para que o italiano dispute a segunda divisão do campeonato nacional do país, confirmou o presidente do time, Hanyu Hideaki, nesta terça-feira.

Leia também: Após se despedir da Roma, Totti afirma que vai continuar jogando: "Não sei onde"

"É verdade, nós estamos interessados em Totti sim. Nós o contatamos, mas até agora não fizemos progressos. Ele pede um contrato de 3 milhões de euro e tê-lo aqui seria um sonho", disse Hideaki à "Nikkansports".

Totti encerrou sua passagem de muitos anos pela Roma, mas disse que continuará em ação
Gazzetta dello Sport / Reprodução
Totti encerrou sua passagem de muitos anos pela Roma, mas disse que continuará em ação

O ex-atacante da Roma, que está no auge dos seus 40 anos de idade, se despediu de seu clube de coração no último mês de maio, ao fim do Campeonato Italiano, mas ainda não definiu seu futuro. "O Capitão" tem proposta da própria Roma para ser dirigente, mas afirmou por diversas vezes que não se aposentou dos gramados.

Leia também: Fiorentina é colocada à venda por conta da pressão de torcedores

Se aceitar, Totti seria o terceiro estrangeiro da equipe, ao lado dos brasileiros Douglas e Alan Pinheiro, e seria comandado pelo treinador espanhol Miguel Angel Lotina. O Verdy é o clube pelo qual o atacante Edmundo jogou. Apesar de estar na segunda divisão, o time chegou a dominar o futebol nipônico no início da década de 1990. 

Cargo na seleção italiana

Com seu futuro cercado por incertezas, o ex-capitão da Roma pode assumir o cargo de gerente de equipe da seleção italiana. A hipótese de o ídolo integrar a Azzurra foi cogitada pelo próprio técnico da equipe, Giampiero Ventura, já que o atual ocupante da função de gerente, o ex-jogador Gabriele Oriali, campeão do mundo em 1982, foi para Inter de Milão.

Leia também: Inter de Milão deve emprestar Gabigol nesta temporada, confirma empresário

Ídolo absoluto da Roma , Totti teve uma carreira discreta com a camisa da Itália, apesar de ter integrado o elenco campeão do mundo em 2006. Naquela ocasião, o atacante participou dos sete jogos da campanha vitoriosa, deu quatro assistências e marcou um gol. Um ano depois, com apenas 30 anos, ele anunciou sua aposentadoria da seleção para poder se dedicar apenas à equipe da capital.

    Leia tudo sobre: Futebol