Tamanho do texto

Pobeda Arena, na cidade de Volgogrado, ao sul da Rússia, pegou fogo nesta quarta-feira (14); estádio é um dos 12 que receberão partidas da Copa 2018

Incêndio na Pobeda Arena, estádio para a Copa do Mundo de 2018
Reprodução
Incêndio na Pobeda Arena, estádio para a Copa do Mundo de 2018

Um incêndio atingiu nesta quarta-feira (14) um estádio em construção para a Copa do Mundo de 2018. Trata-se da Pobeda Arena, localizada na cidade de Volgogrado, ao sul da Rússia. A instalação é uma das 12 que receberá partidas do maior evento de futebol do planeta.

LEIA TAMBÉM: Copa das Confederações: confira os grupos da competição e a tabela de jogos

De acordo com informações da agência de notícias "Reuters", o Ministério de Emergências da Rússia acredita que o incêndio no estádio  pode ser relacionado com problemas de negligência aos regulamentos de segurança. A imprensa local ainda afirma que os bombeiros chegaram rapidamente após o chamado e o fogo foi controlado sem nenhum registro de feridos.

Embora as causas do incêndio ainda não terem sido reveladas, uma das hipóteses é de que o fogo teria se iniciado devido proximidade de isopor com aquecedores localizados na parte interna da Pobeda Arena . Um comitê será responsável pela análise e investigação do caso.

LEIA TAMBÉM: "Kim Kardashian russa" quer ser a musa da Copa 2018. Conheça Anastasia Kvitko

A empresa responsável pela construção do estádio, Stroytransgaz, ainda não estimou o prejuízo causado pelo incidente. A organização é controlada pelo empresário russo Gennady Timchenko, um aliado do presidente Vladimir Putin.

"Tinha simplesmente muita fumaça, o que passou a impressão de ser algo muito ruim, mas não houve maiores danos. A fumaça danificou uma das colunas, mas ela pode ser pintada", disse o representante do Comitê Organizador Local (COL) à agência.

LEIA TAMBÉM: A um ano da Copa, menos da metade dos estádios russos estão prontos

Estádios da Copa

A exatamente um ano da abertura do maior evento de futebol do planeta, a Rússia ainda precisa inaugurar oito dos 12 estádios que vão receber os jogos da Copa do Mundo de 2018. Isso significa que apenas 33% das instalações entregues pelo país sede estão prontas.

As 11 arenas da Rússia estão espalhadas por 11 cidades do país, sendo que duas delas estarão na capital Moscou. Mas ainda tem uma construção de estádio que preocupa, a Arena Cosmos, em Samara. Prevista para ser palco de seis jogos do evento, pode ter sua construção adiada. "Esta é a única arena em que estamos com o cronograma atrasado, principalmente no que diz respeito à estrutura do gramado", disse Mutko.

    Leia tudo sobre: futebol