Tamanho do texto

Dirigente foi principal responsável pela montagem do elenco que conquistou a Copa Libertadores de 2013 e da Copa do Brasil de 2014

Eduardo Maluf foi responsável pela contratação de Ronaldinho Gaúcho pelo Atlético-MG
Bruno Cantini / Divulgação
Eduardo Maluf foi responsável pela contratação de Ronaldinho Gaúcho pelo Atlético-MG

O Atlético-MG e futebol brasileiro estão de luto nesta quinta-feira. O diretor do Galo   Eduardo Maluf   morreu vítima de um câncer no estômago, no qual lutava contra há mais de um ano. O dirigente chegou a ficar oito meses afastado do cargo para tratar a doença e havia retornado às atividades no começo de 2017.

Leia também: Diego Costa confirma que não vai mais jogar no Chelsea: "É uma vergonha"

Maluf estava na função de diretor de futebol do Atlético-MG desde junho de 2010, sendo o principal responsável pela montagem do forte elenco que conquistou a Copa Libertadores de 2013 e da Copa do Brasil de 2014, com Ronaldinho Gaúcho como estrela maior do time.

Afastamento e retorno

Ele era o nome forte nas negociações de jogadores e na administração do vestiário, fazendo o elo entre os atletas e a cúpula do clube, muitas vezes sendo o representante alvinegro em importantes reuniões. No primeiro semestre de 2016, Maluf foi obrigado a dar uma pausa na carreira após ser diagnosticado com tumor no estômago e passar por tratamento intensivo de quimioterapia. 

Leia também: Pai de Gabigol desmente que filho será emprestado a clube na Espanha

Eduardo Maluf era diretor do Galo
Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético Mineiro
Eduardo Maluf era diretor do Galo

"É um prazer voltar ao convívio com vocês depois de sete, oito meses. Recebi muitas mensagens de apoio no período do meu tratamento. Eu tive um câncer de estômago, fiz uma cirurgia, um tratamento intensivo de quimioterapia nesses oito meses. Meu médico me liberou para as atividades profissionais, mas ainda sigo fazendo o tratamento de manutenção por prazo indeterminado", disse o dirigente em sua volta, em janeiro de 2017.

O retorno de Maluf ao Atlético foi celebrado até mesmo no rival Cruzeiro , clube onde o diretor fez história ao trabalhar por 11 anos e ter conquistado alguns títulos importantes. O vice-presidente de futebol da Raposa, Bruno Vicintin, chegou a comemorar a recuperação do dirigente em sua conta no Twitter.

Leia também: Veja como deve ser a Arena David Beckham, em Miami, nos Estados Unidos

Além das passagens pelos dois principais clubes do futebol mineiro, Cruzeiro e Atlético-MG, Eduardo Maluf foi presidente do Valério, de Itabira, e também trabalhou como consultor do Soccer BR1, fundo de investimento ligado ao Banco BMG.

    Leia tudo sobre: Futebol