Tamanho do texto

Atacante ex-Botafogo é acusado de estuprar quatro adolescentes no estado do Tocantins

A fase do atacante Jobson, ex-Botafogo e Bahia, não é das melhores. Depois de agredir um árbitro durante torneio de futebol amador no Pará e se envolver em acidente de carro que terminou com a morte do seu cunhado, o jogador voltou à prisão na noite desta segunda-feira por determinação da Justiça. 

Leia também: Lutador é condenado à prisão perpétua por agredir ex-atriz pornô

Jobson foi preso novamente. Ele é acusado de estuprar quatro adolescentes
Reprodução
Jobson foi preso novamente. Ele é acusado de estuprar quatro adolescentes

As informações são do jornal "Diário Online". Jobson foi detido em junho de 2016 sob a acusação de estupro de quatro adolescentes, mas ganhou liberdade provisória três meses depois após pagar fiança de R$ 22 mil - o processo foi instaurado no Pará e depois encaminhado para o Tocantins, já que a chácara onde os crimes teriam acontecido está localizada em Couto de Magalhães, município tocantinense.

A audiência que definiu o retorno do atleta à cadeia aconteceu na cidade de Colméia, distante 206 km da capital Palmas. As medidas cautelares da liberdade provisória estabeleciam, além da fiança, a proibição no uso de bebidas alcoolicas e drogas, e não poder frequentar bares ou boates, tendo que permanecer em casa no período entre 19h e 6h.

Acidente com morte

Apesar de todas as determinações da Justiça, Jobson se envolveu em um trágico acidente de carro na rodovia TO-080, na última sexta-feira, no oeste do Tocantins. No incidente, o cunhado do ex-jogador do Botafogo morreu e outras três pessoas ficaram feridas.

Leia também: Arda Turan, meia do Barcelona, agride jornalista durante voo, revela jornal

A Polícia disse não sabe quem dirigia o veículo no momento do acidente, mas que ele pertence ao atacante. Segundo a Secretaria de Saúde do Tocantins, o atleta recebeu os primeiros socorros no setor de acolhimento, mas evadiu do local (fugiu, em outras palavras) sem ser avaliado por um médico.

Veja esportistas que tiveram problemas com a Justiça:

Agressão a árbitro

Jobson está suspenso do futebol profissional desde abril de 2015, por determinação da Fifa , quando se recusou a fazer um exame antidoping após um jogo do Al Ittihad, clube da Arábia Saudita. A suspensão expira de março de 2018 e, por isso, o atleta vem atuando em campeonatos amadores.

Leia também: Jogador que lesionou e tirou Elano da Copa 2010 morre durante treino

No começo de maio, durante jogo da segunda divisão do Campeonato Conceicionense, da cidade de Conceição do Araguaia, no Pará, Jobson acertou o rosto de um adversário e foi expulso. Após receber o cartão vermelho, ele partiu para cima do árbitro e o agrediu, recebendo uma suspensão de 180 dias da competição. O atacante defendia as cores do Cangussu e o duelo era diante do Vila Rio.

    Leia tudo sobre: Futebol