Tamanho do texto

Brasileiro foi novamente decisivo e, além de assistência, fez um golaço de fora da área. Ele pode conquistar a quarta Liga dos Campeões da Europa

A Juventus é a primeira finalista da Liga dos Campeões 2016-17. A equipe italiana venceu o Monaco por 2 a 1 na tarde desta terça-feira (horário de Brasília), no Juventus Stadium, em Turim, pela partida de volta das semifinais da competição e agora aguarda o vencedor de Real Madrid e Atlético de Madri. Daniel Alves, com um gol e uma assistência, foi o nome do jogo.

Leia também: Marcelo é eleito o segundo melhor defensor do mundo; veja a lista

Daniel Alves , tricampeão da Liga dos Campeões com o Barcelona, terá a chance de conquistar pela quarta vez o troféu de clubes mais cobiçado da Europa no dia 3 de junho, no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. O brasileiro vai à decisão vivendo grande fase e como um dos principais nomes da Velha Senhora, já que dos quatro gols do time na semifinal (venceu a partida de ida por 2 a 0), ele deu três assistências e fez um gol. Buffon, um dos maiores goleiros do mundo, tem mais uma chance de conquistar pela primeira vez a Orelhuda.

Daniel Alves pegou de primeira, de fora da área, e fez um dos gols da Juventus contra o Monaco
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Daniel Alves pegou de primeira, de fora da área, e fez um dos gols da Juventus contra o Monaco

O jogo

O Monaco começou o jogo com a necessidade de fazer, pelo menos, dois gols e não tomar nenhum para levar a decisão para a prorrogação e logo aos três minutos, com Mbappé, deu um susto na torcida italiana. João Moutinho chutou de fora da área, a bola desviou e sobrou para o jovem, que chutou cruzado e acertou a trave. O lance, porém, já estava parado por conta de um impedimento.

A partir daí a Juve igualou as ações e chegou pela primeira vez aos 14 minutos, com chute de Dybala. Aos 21, Dybala escorregou após dominar e a bola sobrou para Higuaín, o argentino passou pelo defensor e tentou encobrir o goleiro do Monaco, mas o chute saiu fraco e Glik conseguiu salvar.

Depois, três lances seguidos de perigo para a Velha Senhora. Aos 24, Mandzukic saiu cara a cara com Subasic e chutou de bico, mas o goleiro defendeu. Dois minutos mais tarde, Daniel Alves cruzou, Jemerson desviou e Mandzukic chegou cabeceando, mas mandou para fora. Na sequência, Pjanic puxou um ataque, tabelou com Dybala, entrou na área e, antes de conseguir chutar, Raggi chegou e travou com um carrinho.

Daniel Alves e Madzukic, autores dos gols da  Juventus, comemoram com os torcedores
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Daniel Alves e Madzukic, autores dos gols da Juventus, comemoram com os torcedores

Aos 32, a pressão deu resultado. Em saída rápida de Buffon, a bola passou pelos pés de Alex Sandro, que passou para Daniel Alves. O lateral direito cruzou na segunda trave e Mandzukic cabeceou, Subasic defendeu, mas no rebote o próprio croata fez. Foi a terceira assistência de Daniel Alves nos dois jogos da semifinal.

Três minutos depois, Daniel Alves lançou Higuaín nas costas da defesa, o argentino ficou frente a frente com o arqueiro e tocou na saída para mexer o barbante, mas o auxiliar já havia marcado impedimento. O Monaco não conseguiu mais chegar com perigo a partir daí, nem mesmo o talento de Mbappé foi suficiente para furar o bloqueio italiano.

Leia também: Messi pode receber R$ 104,1 milhões por ano ao renovar com Barcelona

Com 37 minutos jogados, Higuaín recebeu cruzamento e entrou na área sozinho, bateu cruzado, mas viu Subasic fazer outra defesa. Uma boa chance foi criada pelo time francês aos 41, quando Mendy cruzou rasteiro e obrigou Chiellini se esticar todo para cortar e mandar para escanteio antes que Falcao Garcia chegasse.

Torcida compareceu ao Juventus Stadium e fez muita festa
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Torcida compareceu ao Juventus Stadium e fez muita festa

Aos 43, mais uma vez, Daniel Alves achou Dybala e deixou o argentino na cara do gol, mas com um chute rasteiro, ficou fácil para Subasic fazer mais uma defesa. Na cobrança de escateio, porém, o futebol viria a coroar o melhor jogador da semifinal até aqui.

Subasic afastou a bola com um soco e foi então que Daniel Alves aproveitou para chutar de primeira de fora da área e fazer um golaço. O segundo da Juve na partida. Não deu tempo para mais nada e o árbitro apitou o final da primeira etapa com a Velha Senhora praticamente classificada.

Assim como nos 45 minutos iniciais, o Monaco começou o último dos quatro tempos da semifinal em cima, já que precisava de quatro gols para se classificar. Entretanto, não chegou a assustar Buffon. A primeira grande chance foi com Cuadrado, que entrou no lugar de Dybala. Ele recebeu de Pjanic e tentou chutar, mas Jemerson travou.

Daniel Alves não fez a diferença só no ataque, com gol e assistência, mas também parou um dos principais jogadores do Monaco, o jovem Mbappé
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Daniel Alves não fez a diferença só no ataque, com gol e assistência, mas também parou um dos principais jogadores do Monaco, o jovem Mbappé

Até os 20, nenhuma chance clara de gol foi criada e a Juventus ficou com a bola. Aos 21, Buffon fez a primeira grande defesa. Após roubada de bola, Mbappé recebeu pela esquerda, avançou em velocidade e bateu na saída de Buffon, o experiente goleiro, porém, levantou a perna direita e mandou para escanteio.

E o duelo de 21 anos de diferença entre Mbappé e Buffon teve mais um capítulo aos 23 minutos e com final feliz para o jovem francês e fã de Cristiano Ronaldo. João Moutinho fez boa jogada pela esquerda, cruzou rasteiro e a bola passou pelo goleiro, Mbappé, muito esperto, apareceu na pequena área e diminuiu para os franceses.

Este foi o primeiro gol que a Juventus levou desde a fase de grupos e foram praticamente 700 minutos sem que Buffon buscasse a bola no fundo do barbante. Com apenas três gols tomados, a defesa da equipe de Turim segue como a melhor da Champions.

Aos 26, Higuaín levou um pisão no joelho direito de Glik e ficou caído no gramado, mas o Monaco seguiu a jogada mesmo assim e na conclusão dela, Fabinho disputou no meio de três jogadores da Juve e aacbou sendo atingido por Mandzukic. Por este motivo, o tempo fechou no gramado do Juventus Stadium e os atletas se desentenderam.

Leia também: Neymar discute com auxiliar de Luis Enrique e possível novo treinador do Barça

Buffon voltou a sofrer um gol após praticamente 700 minutos. Aos 39 anos, ele terá mais uma chance para conquistar a Liga dos Campeões pela primeira vez
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Buffon voltou a sofrer um gol após praticamente 700 minutos. Aos 39 anos, ele terá mais uma chance para conquistar a Liga dos Campeões pela primeira vez

O jogo passou a ficar ainda mais pegado a partir daí, o que foi bom para a equipe italiana, que já estava em vantagem. No fim, a bola passou a ficar no campo de ataque da Juve e os torcedores já comemoravam a classificação. Os jogadores do Monaco, principalmente Glik, estavam nervosos. O zagueiro, inclusive, deu pisões de propósito nos jogadores da Velha Senhora, mas o árbitro nada fez.

Aos 48, fim de jogo e Juventus na final novamente após dois anos em busca de mais um título internacional! 2 a 1 na Itália e 4 a 1 no agregado.

Ficha técnica

Juventus: Buffon, Barzagli (Benatia), Bonucci e Chiellini; Daniel Alves, Khedira (Marchisio), Pjanic e Alex Sandro; Dybala (Cuadrado), Mandzukic e Higuaín.

Técnico: Massimiliano Allegri.

Monaco: Subasic, Raggi, Glik, Jemerson e Sidibé; João Moutinho, Bakayoko (Germain), Mendy (Fabinho) e Bernardo Silva (Lemar); Falcao Garcia e Mbappé.

Técnico: Leonardo Jardim.

Jogadores da Juventus comemoram classificação à final
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Jogadores da Juventus comemoram classificação à final

A Juventus de Daniel Alves buscará o terceiro título da Liga dos Campeões da Europa. Os outros dois foram em 1984-85 e 1995-96. A última vez que chegou à decisão foi na temporada 2014-15, quando perdeu para o Barcelona por 3 a 1. O adversário sairá do confronto entre Atlético de Madrid e Real Madrid, que acontece nesta quarta-feira, no estádio Vicente Calderón. Na ida, o Real venceu por 3 a 0.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.