Tamanho do texto

Cristiano Ronaldo fez os três gols da vitória do Real sobre o rival na partida de ida das semifinais da Liga dos Campeões e encaminhou a classificação

Em busca da 12ª conquista da Liga dos Campeões, o Real Madrid recebeu o Atlético de Madri, no Santiago Bernabéu, nesta terça-feira, pela partida de ida das semifinais da competição e, com hat-trick de Cristiano Ronaldo, venceu por 3 a 0, conseguindo grande vantagem para a partida de volta.

Leia também: United quer abrir os cofres para tornar Griezmann o mais bem pago do Inglês

Com os três gols, Cristiano Ronaldo atingiu a marca de 13 em semifinais da Liga dos Campeões e se tornou o maior artilheiro desta fase da competição, deixando Di Stéfano, que também jogou pelo Real Madrid , que fez 11, para trás. Além disso, ele chegou a marca de 400 pela equipe Merengue e manteve a média de mais de 1 por partida. Na carreira, Ronaldo já foi as redes 593 vezes.

Cristiano Ronaldo comemora um dos seus gols pelo Real Madrid contra o Atlético de Madri com Modric e Sergio Ramos
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo comemora um dos seus gols pelo Real Madrid contra o Atlético de Madri com Modric e Sergio Ramos

Apático nos primeiros 90 minutos, o Atlético de Madri precisará jogar muito naquele que será o último clássico entre as duas equipes no estádio Vicente Calderón, já que uma nova arena foi construída, para reverter a vantagem e se garantir na decisão da Liga.

O jogo

Com muita festa por parte da torcida, o clássico de Madri começou com a equipe da casa controlando as ações. A primeira chance foi aos seis, com chute forte de Carvajal que obrigou Oblak a fazer grande defesa. A pressão deu resultado três minutos mais tarde com Cristiano Ronaldo.

O português aproveitou chute cruzado de Casemiro e marcou, de cabeça, o seu 11º gol em semifinais da Champions, igualando marca de Di Stéfano como o maior artilheiro nesta fase da competição, para abrir o placar no Santiago Bernabéu. Festa dos madrilhenhos.

A torcida do Real Madrid mais uma vez fez sua parte com lindo mosaico no Santiago Bernabéu
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
A torcida do Real Madrid mais uma vez fez sua parte com lindo mosaico no Santiago Bernabéu

Após o gol, o Real continuou com a bola no pé e envolveu o Atlético. Aos 15 minutos, depois de uma cobrança de escanteio, Varane subiu muito bem e tocou de cabeça, a bola caiu devagar no canto esquerdo e Oblak fez uma defesa espetacular.

Leia também: Documentos indicam que Cristiano Ronaldo estuprou uma jovem em Las Vegas

A primeira chance clara de gol do Atlético foi aos 16, quando Gameiro apareceu livre e quando tentou driblar Navas, o goleiro tocou na bola e salvou sua equipe. O Real Madrid continuou comandando a partida até os 35 da primeira etapa. Modric e Benzema criaram ótimas oportunidades e assustaram Oblak, enquanto os visitantes chegaram apenas com uma bola parada, que Godín acabou mandando por cima da meta de Navas.

Nos 10 minutos finais, o Real passou a administrar mais o resultado e ficou com a bola, dominando o meio campo. Nenhuma chance clara de gol foi criada por ambas as equipes e aos 46 o árbitro apitou o fim do primeiro tempo.

Cristiano Ronaldo teve mais uma noite de gala
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo teve mais uma noite de gala

A etapa complementar começou com a bola mais no meio do campo e sem chances reais de gol. O jogo passou a ficar mais quente, com faltas duras e os primeiros cartões amarelos distribuídos, como para Isco, do Real Madrid, e Saúl Ñíguez, do Atlético. Até os 20 minutos, nenhum dos goleiros trabalhou.

Aos 27 minutos, Marcelo encontrou Benzema na entrada da área, que tocou para Cristiano Ronaldo, Filipe Luís chegou a tocar na bola, mas não conseguiu cortar, a bola sobrou limpa, pingando, pedindo "me chuta", para CR7, que enfiou a bomba de perna direita e fez o segundo do Real.

Leia também: Jogador sofre convulsão em campo e vai para o hospital: "Estava quase parando"

Sem reação em campo, o Atlético de Madri continuou apenas vendo o Real e principalmente, Cristiano Ronaldo jogar. Aos 40, o Gajo recebeu de Lucas Vázquez na marca do pênalti e apenas empurrou para o fundo do gol. Três para o Real, três de CR7.

Não teve mais tempo para reação do Atlético, que praticamente não jogou durante os 90 minutos. Fim de jogo: Real Madrid 3 x 0 Atlético de Madri.

Ficha técnica

Real Madrid: Keylor Navas, Carvajal (Nacho Fernández), Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco (Asensio), Cristiano Ronaldo e Benzema (Lucas Vázquez).

Técnico: Zinedine Zidane.

Atlético de Madri: Oblak, Lucas Hernández, Savic, Godín e Filipe Luís; Gabi, Saúl Ñíguez (Gaitán), Koke e Ferreira Carrasco (Ángel Correa); Griezmann e Gameiro (Fernando Torres).

Técnico: Diego Simeone.

A partida decisiva que definirá um dos finalistas da Liga dos Campeões 2016-17, será na próxima quarta-feira, dia 10, no estádio Vicente Calderón. O adversário sairá da partida entre Juventus e Monaco. A final está marcada para o dia 3 de junho, no estádio Millennium, em Cardiff, no País de Gales.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.