Tamanho do texto

Além de pagar quase R$ 700 milhões ao Barcelona, clube inglês atenderia as demandas salariais do atacante brasileiro

Depois de perder o atacante Zlatan Ibrahimovic por conta de lesão - ele ficará afastado dos gramados por, pelo menos, 10 meses e pode deixar o clube no meio deo ano -, o Manchester United já começa a se mexer para buscar um substituto no mercado a partir de julho. E o nome da vez, de novo, é do brasileiro Neymar, do Barcelona.

Leia também: Cai-cai? Neymar se dá mal em embaixadinha e apanha da bola; assista ao vídeo

Neymar é pretendido pelo Manchester United, que está disposto a pagar uma fortuna pelo atleta
Reprodução/Instagram
Neymar é pretendido pelo Manchester United, que está disposto a pagar uma fortuna pelo atleta

De acordo com o diário britânico "Daily Record", Neymar é um pedido do técnico José Mourinho. E para tentar viabilizar a negociação, o clube inglês estaria disposto a desembolsar cerca de 200 milhões de euros, algo em torno dos R$ 696 milhões - ainda segundo a reportagem, o atleta está ciente do assunto e estuda uma mudança de ares.

Leia também: Ibrahimovic negou renovação com Manchester United por causa da grave lesão

Além de pagar essa quantia astronômica ao Barça, o Manchester United também pretende atender as demandas salariais do camisa 10 da seleção brasileira. O que ele pedir de vencimentos, será pago.

Outro clube inglês interessado em Neymar é o Chelsea, do técnico Antonio Conte, mas os londrinos ainda não indicaram qualquer valor que poderiam pagar para ter o craque.

Maior driblador

O atacante brasileiro é, de fato, o maior driblador do futebol europeu e bate qualquer outro jogador das cinco maiores ligas do velho continente. De acordo com um estudo feito pelo Observatório de Futebol do Centro Internacional para Estudos do Esporte (CIES, sigla em inglês), o atleta do Barcelona é quem mais dribla, no entanto, nem sempre é o que tem mais sucesso.

Leia também: Das críticas aos elogios, Zagallo aposta que Neymar será o melhor do mundo

O estudo do CIES foi concluído através de um ranking, que mediu não só as quantidades de dribles, mas também a efetividade deles. O índice divide o número total de dribles pela porcentagem de tentativas acertadas. Assim, Neymar acaba ficando na quarta colocação, já que acerta 53% das suas tentativas, contra 70% do primeiro colocado Adama Traoré, do Middlesbrough.

    Leia tudo sobre: Futebol