Tamanho do texto

Petar Vasiljevic, treinador do Osasuna, próximo adversário do Barcelona, se rendeu aos talentos do argentino, que chegou ao gol 500 contra o Real

Após a incrível vitória sobre o Real Madrid, fora de casa, por 3 a 2, o Barcelona recebe o Osasuna pela 34ª rodada do Campeonato Espanhol, no estádio Camp Nou. Virtualmente rebaixado e na última colocação, com 18 pontos, os visitantes terão pela frente um Messi inspirado depois de acabar com o rival e farão algo diferente para tentar para-lo.

Leia também: Confira todas as notícias, artilharia, jogos e tabela do Campeonato Espanhol

De acordo com o técnico Petar Vasiljevic, parar Lionel  Messi , com certeza, é uma tarefa muito difícil para sua equipe, já que de uma hora para outra ele pode mudar a partida, mas há um jeito de fazer isso.

Messi mostra sua camisa aos torcedores após marcar o gol de número 500 com a camisa do Barcelona
Divulgação
Messi mostra sua camisa aos torcedores após marcar o gol de número 500 com a camisa do Barcelona

"Quando ele está inspirado, ele é um gênio. Ele desliga, mas depois ele se prende por dez minutos e faz o que faz", disse o treinador sérvio em coletiva de imprensa antes da partida. "Eu já disse que precisamos de um plano para Messi e os jogadores me disseram [que precisamos] levar algemas e uma pistola", continuou.

Leia também: Lionel Messi e Cristiano Ronaldo se beijam em grafite de rua espanhola; veja foto

"O adversário tem uma dinâmica muito boa para lutar pelo campeonato. Eles estão se saindo muito bem e qualquer jogador, com a qualidade que eles têm, pode determinar uma partida. Eles estão de volta à disputa do título [depois da vitória no Bernabéu] e eles não podem dar o luxo de falhar na frente de seus torcedores e eu entendo que vai ser difícil", acrescentou.

Se o Osasuna perder para o Barcelona e o Leganes vencer o Las Palmas, em casa, estará matematicamente rebaixado à segunda divisão do Campeonato Espanhol.

Leia também: Messi é homenageado por Ronaldinho e outros jogadores após o 500º gol pelo Barça

Messi

O argentino decidiu contra o Real Madrid e chegou ao gol de número 500 na carreira. Contra o adversário desta quarta, o atacante já fez 21 gols - é a sexta maior vítima. Aos 29 anos, Messi pode conquistar o nono título do Campeonato Espanhol, sendo o terceiro consecutivo.

    Leia tudo sobre: Futebol