Tamanho do texto

Messi fez dois contra o Real Madrid e, além de garantir os três pontos, alcançou marca histórica com a camisa do Barcelona com apenas 29 anos

Lionel Messi foi o grande nome do clássico entre Barcelona e Real Madrid com dois marcados e um no último lance da partida que garantiu a vitória dos catalões por 3 a 2 , no Santiago Bernabéu. O tento ficará marcado por ter sido o de número 500 da carreira do atacante com a camisa azul e grená - ele tem ainda 58 com a seleção argentina.

Para comemorar a marca histórica, o Barcelona produziu um vídeo onde vários jogadores parabenizam Messi pelo gol de número 500. Entre os jogadores que homenagearam o craque estão o meia Ronaldinho Gaúcho, o ex-jogador Sylvinho, o lateral francês Abidal, o ex-zagueiro Puyol, o atacante compatriota Sergio Kun Aguero entre outros.

Messi comemora um de seus gols pelo Barcelona contra o Real Madrid
Reprodução/Twitter/Barcelona
Messi comemora um de seus gols pelo Barcelona contra o Real Madrid

"Leo, irmão. Estou enviando essa mensagem para te parabenizar pelo gol 500. Eu que te dei de presente o primeiro, então estou muito contente. Toda a felicidade do mundo para você. Beijo grande", disse Ronaldinho, que atuou com Lionel no início da carreira do argentino no Barça.

Leia também: Jogador tcheco é encontrado morto em sua casa na Turquia; suicídio é confirmado

"Oi, Leo. Te parabenizar pelos 500 gols com a camisa do Barcelona. Você merece, aproveite e você merece muitíssimo. Parabéns", falou Sylvinho, hoje auxiliar técnico de Tite na seleção brasileira e que jogou com Messi no time catalão entre 2004 e 2009.

"É algo único e só uma pessoa podia conseguir. E esta pessoa é você", afirmou Abidal. "Não havia melhor lugar para marcar e não se aposente nunca", pediu Puyol, ex-capitão do Barcelona e companheiro de anos.

Leia também: "Ão, ão, ão, abastece o avião": Torcedores do Criciúma ofendem a Chapecoense

"Estou muito contente e que siga marcando muito mais. Te mando um abraço, papai, e que siga marcando. Tchau, craque", afirmou Aguero, que apesar de não jogar com Messi no Barcelona, forma ataque com o craque na Argentina.

Assista ao vídeo abaixo

Maiores vítimas

Aos 29 anos, Lionel Messi já fez muitas vítimas com a camisa do Barcelona, mas quem mais sofreu foi o Sevilla, que já levou 29 gols do craque. O Atlético de Madri vem na sequência, levou 27. Depois é o Valencia, 24 e o Real Madrid é o quarto, com 23 gols levados.

    Leia tudo sobre: Futebol