Tamanho do texto

Lionel Messi marca duas vezes na vitória por 3 a 2, de virada, em pleno Santiago Bernabéu; times empatam em pontos na liderança do campeonato

Messi fez um golaço no primeiro tempo contra o Real Madrid; galês Gareth Bale saiu de campo sentindo lesão
Divulgação/La Liga
Messi fez um golaço no primeiro tempo contra o Real Madrid; galês Gareth Bale saiu de campo sentindo lesão

Real Madrid e Barcelona fizeram neste domingo (23) um jogo eletrizante no estádio Santiago Bernabéu, que terminou com vitória do Barça por 3 a 2, de virada. O gol da vitória saiu dos pés de Lionel Messi, o nome do jogo, no último lance do jogo. O resultado deixa as duas equipes empatadas na liderança do Campeonato Espanhol, com 75 pontos cada. O Real, no entanto, ainda tem um jogo a menos que a equipe da Catalunha.

Leia também: Semifinal da Liga dos Campeões terá novo confronto entre Real Madrid e Atlético

Os gols da partida foram anotados por Messi (duas vezes) e Ratikic, pelo Barcelona , e por Casemiro e James Rodríguez, pelo Real Madrid .

Suspenso, Neymar não entrou em campo neste domingo e foi substituído pelo espanhol Paco Alcácer. A diretoria do Barcelona correu contra o tempo para tentar recorrer da suspensão do brasileiro, mas o tribunal responsável não se reuniu a tempo de liberar o camisa 11 para a partida.

Este foi o último clássico de Luis Enrique como técnico do Barça, já que o espanhol anunciou que deixará o clube ao final da atual temporada – que não é das melhores para o time da Catalunha. Além de estar em desvantagem na disputa do título espanhol, o time de Messi, Suárez e Neymar já está fora da Liga dos Campeões, de onde foi eliminado pela Juventus. Já o Real Madrid segue na principal competição de clubes da Europa e enfrentará o Atlético de Madrid nas semifinais.

Leia também: Messi e Cristiano Ronaldo se beijam em grafite de rua espanhola

O jogo

Cristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam antes do clássico entre Real Madrid e Barcelona no Santiago Bernabéu
Divulgação/La Liga
Cristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam antes do clássico entre Real Madrid e Barcelona no Santiago Bernabéu

A confiança advinda do bom momento do Real Madrid na temporada se refletiu em campo desde o início do jogo. Com muita intensidade no ataque, o time reclamou de pênalti em Cristiano Ronaldo logo no primeiro minuto da partida, em lance do português com o zagueiro Umtiti.

O atual melhor do mundo voltou a aparecer aos cinco minutos, em chute da entrada da área defendido por Ter Stegen. O Barça respondeu aos 10, com batida perigosa de Suárez. 

Aos 19, Cristiano Ronaldo obrigou o goleiro alemão do Barcelona a fazer nova defesa, em chute cruzado. O lance aconteceu com Lionel Messi caído no gramado, após o argentino ser atingido em disputa com Marcelo e ficar com a boca sangrando muito.

De tanto insistir, o Real Madrid chegou ao seu gol aos 27 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Sérgio Ramos (em posição duvidosa) completou cruzamento de Marcelo na trave e a bola sobrou para o brasileiro Casemiro mandar para as redes.

Menos de dez minutos depois, o empate do Barça. Messi invadiu a área enfileirando Casemiro e Carvajal em velocidade e bateu na saída de Navas para anotar um golaço.

O Real voltou a assustar aos 35 minutos, em ótimo chute de Modric para nova defesaça de Ter Stegen. Aos 40 minutos, Messi teve a chance da virada em chute forte que saiu à direita da meta do Real. Pouco antes desse lance, o galês Gareth Bale sentiu lesão e precisou deixar o campo, dando lugar para a entrada de Asensio.

No último lance do primeiro tempo, Navas não encontrou nada em cobrança de escanteio e Messi, livre na pequena área, perdeu uma oportunidade incrível.

Leia também: Armação? Sorteio da Liga dos Campeões gera polêmica na internet; entenda

As duas equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações e a primeira boa chance da etapa final do jogo ficou nos pés de Kroos, que bateu colocado para mais uma defesa do goleiro do Barcelona. E o alemão fez um verdadeiro milagre alguns minutos depois, em cabeçada a queima roupa de Benzema.

O Barcelona assustou aos nove minutos, em cabeçada de Piqué que Keylor Navas espalmou.

Aos 21 minutos, Cristiano Ronaldo perdeu gol incrível após cruzamento de Asensio concluído pelo português na entrada da pequena área, por cima do gol. No lance seguinte, Suárez parou em grande defesa de Navas, também em conclusão na pequena área.

Luis Enrique substituiu Paco Alcácer por André Gomez aos 25 minutos. Mas foi o Real que voltou a assustar: Asensio invadiu a área pela direita, puxou para o meio e soltou um tiro no contrapé de Ter Stegen, que defendeu mais uma.

O Barcelona chegou à virada em golaço do croata Rakitic, que pegou sobra na entrada da área, puxou para a perna esquerda e soltou um canhão no ângulo da meta do Real Madrid.

A situação ficou ainda pior para o Real aos 30 minutos, quando o zagueiro Sérgio Ramos recebeu o cartão vermelho direto por carrinho em Messi.

Dois minutos depois, Piqué teve a chance de matar o jogo após receber de Sergi Roberto cara a cara com Keylor Navas, mas o costarriquenho fez um milagre e evitou o terceiro do Barça. E o gol fez falta: aos 40 minutos, com um a menos, o colombiano James Rodríguez completou cruzamento de Marcelo na pequena área e empatou o jogo mais uma vez.

O Real ainda teve a chance de virar em contra-ataque com Asensio, que recebeu lançamento de Cristiano Ronaldo, tirou da marcação de Piqué e bateu no canto, para nova defesa de Ter Stegen.

Mas aos 47 minutos do segundo tempo, Lionel Messi recebeu cruzamento de Jordi Alba na área e, em uma tacada de bilhar, o argentino colocou no canto direito de Navas e decretou a virada do Barcelona.