Tamanho do texto

Time de José Mourinho faz bela partida, marca dois gols no início de cada tempo e "ajuda" Tottenham, que agora está a quatro pontos do Chelsea

Pressionado pela vitória do Tottenham no sábado sobre o Bournemouth por 4 a 0, o Chelsea visitou o Manchester United neste domingo, pela 33ª rodada do Campeonato Inglês, e perdeu por 2 a 0. Os gols foram marcados por Rashford e Ander Herrera, aos seis do primeiro tempo e aos três minutos da segunda etapa, respectivamente.

Leia também: Veja como ficou a classificação do Campeonato Inglês, além de notícias, artilharia e próximos jogos

Apesar da derrota, o Chelsea segue na liderança do Campeonto Inglês, com 75 pontos, mas começa a ver o Tottenham, que agora tem 71, mais próximo pelo retrovisor. Para ambas as equipes, restam mais seis jogos na competição. O título, que há algumas rodadas, parecia estar muito próximo do Stamford Bridge, está em aberto, ainda mais com as duas derrotas nos últimos cinco jogos dos Blues e as sete vitórias consecutivas dos Spurs, que deram mais emoção à Premier League.

Manchester United x Chelsea
Reprodução/Twitter/Premier League
Manchester United x Chelsea

Já o Manchester United, se firma de vez na briga por uma vaga na Liga dos Campeões 2017-18 via Campeonato Inglês - o time pode se classificar à competição se vencer a Liga Europa. Com 60 pontos e dois jogos atrás do Liverpool, terceiro colocado com 66 pontos, a equipe de José Mourinho ocupa a quinta colocação. 

O jogo

Mesmo sem Ibrahimovic, que iniciou no banco, o Manchester United começou o jogo bem melhor. Já aos quatro minutos, em vacilo de David Luiz, Rashford entrou livre, mas errou o alvo. Dois minutos, mais tarde, o jovem de 19 anos, porém, não desperdiçou.

Depois de roubar a bola com a mão, Ander Herrera encontrou Marcus Rashford, que ganhou na corrida do zagueiro brasileiro e conseguiu acertar pelo toque por cima de Begovic, abrindo o placar para os donos da casa. Aos 17, quase o segundo. Ashley Young, pela esquerda, bateu cruzado e a bola cruzou a área.

José Mourinho levou a melhor no duelo com Antonio Conte
Reprodução/Twitter/Premier League
José Mourinho levou a melhor no duelo com Antonio Conte

Até os 30 minutos da primeira etapa, o líder do Campeonato Inglês não criou nenhuma chance clara de gol, enquanto o United chegou com perigo algumas vezes, e estava com 66% de posse de bola. Irritado desde o início, Diego Costa deixou o pé em uma dividida com Pogba e levou o cartão amarelo, aos 32 do primeiro tempo. Dois minutos mais tarde, o atacante disputou bola com Rojo e acabou trocando tapas com o argentino, mas o árbitro só conversou. Aos 37, ele discutiu com o juiz mais uma vez, apesar de já ter um cartão amarelo.

Leia também: Para investigador, ataque ao Borrusia poderia ter deixado mortos em segundos

Autor do primeiro gol, Rashford tabelou com Lingard e cruzou, Cahill desviou e quase fez contra a própria meta, aos 39. Apesar do gol ilegal, o Manchester United foi muito superior no primeiro tempo da partida e criou muitas chances de gol, ao contrário do adversário. Final: 1 x 0.

A segunda etapa começou praticamente da mesma forma. Por falta dura em Fellaini, Cahill recebeu cartão amarelo já aos dois minutos. Aos três, Ander Herrera aproveitou sobra de bola após bela jogada de Ashley Young e bateu para o gol, a bola desviou em Kanté, enganou Begovic e morreu no fundo das redes. 2 x 0 para os Diabos Vermelhos no Old Trafford.

Ander Herrera comemora o segundo gol do Manchester United sobre o Chelsea
Reprodução/Twitter/Premier League
Ander Herrera comemora o segundo gol do Manchester United sobre o Chelsea

Aos seis, Lingard teve chance de marcar mais um, só que bateu por cima do gol. Aos 18 e aos 24 minutos, Rashford teve mais duas chances de ampliar o marcador, mas na primeira ele acertou a rede pelo lado de fora e na segunda Begovic fez boa defesa.

Leia também: Para evitar deportação, Paulinho terá que cancelar contrato com rede de apostas

Atrás, o Chelsea tentou ir pra cima com substituições ofensivas, porém sem nenhuma chance clara de gol, já que a defesa vermelha fechou os espaços. Ander Herrera e Marcos Rojo levaram cartão amarelo por duas faltas praticamente consecutivas, o que não mudou muita coisa.

Sem poder de reação, o Chelsea não conseguiu mais pressionar e nem acertar um chute sequer em direção ao gol de De Gea. Ao todo, foram cinco chutes, todos para fora. Mesmo com o primeiro gol irregular, o United foi muito superior durante toda a partida e mereceu a vitória por 2 a 0 contra o rival.

Torcedores Diabos Vermelhos comemoram vitória do Manchester United sobre o rival Chelsea
Reprodução/Twitter/Premier League
Torcedores Diabos Vermelhos comemoram vitória do Manchester United sobre o rival Chelsea

Ficha técnica

Manchester United: De Gea, Bailly, Marcos Rojo e Darmian; Valencia, Ander Herrera, Fellaini, Pogba e Ashley Young (Fosu-Mensah); Marcus Rashford (Ibrahimovic) e Jesse Lingard (Carrick).
Técnico: José Mourinho.

Chelsea: Begovic, Azpilicueta, David Luiz e Cahill; Kante, Matic (Willian), Victor Moses (Fàbregas) e Zouma (Loftus-Cheek); Pedro, Eden Hazard e Diego Costa.
Técnico: Antonio Conte.

Ainda na liderança do Campeonato Inglês, apesar da derrota, e necessitando de 15 pontos, nas contas de Antonio Conte, para ser campeão, o Chelsea enfrenta o Southampton na próxima rodada, marcada para o dia 25 de abril, terça-feira, no Stamford Bridge, em Londres. O United, vai até Burnley para encarar o time da casa no domingo, 23.

    Leia tudo sobre: Futebol