Tamanho do texto

Levantamento mostra que desde o primeiro jogo do treinador à frente da seleção, audiência em TV aberta e por assinatura aumentou

A chegada de Tite ao comando da seleção brasileira, como todos sabem, além dos resultados dentro de campo - Brasil pulou da quinta colocação para a primeira, com folga, e a classificação a Copa quase garantida -, trouxe de volta a confiança dos torcedores, que por sua vez passaram a acompanhar novamente os jogos, principalmente após o primeiro jogo.

Leia também: CBF divulga imagens do novo uniforme 3 da seleção brasileira, em verde escuro

Um levantamento feito pela empresa "Kantar IBOPE Media", entre os dias 1º de setembro de 2016 e 24 de março de 2017, mostrou que a audiência depois do início da "era Tite " na seleção aumentou, considerando as emissoras de TV aberta e de TV por assinatura que transmitiram as partidas.

Tite chegou na seleção em junho e fez seu primeiro jogo como técnico em setembro. Desde então, Brasil não sabe o que é perder
Pedro Martins / MoWA Press
Tite chegou na seleção em junho e fez seu primeiro jogo como técnico em setembro. Desde então, Brasil não sabe o que é perder

Tite estreou no comando técnico no dia 1º de setembro de 2016, dia que se iniciou a análise, uma quinta-feira, fora de casa, às 18h, contra o Equador. O placar foi surpreendente - 3 x 0 - e a audiência média domiciliar foi de 17,01 pontos.

No jogo seguinte, vitória co       ntra a Colômbia por 2 x 1, cinco dias depois, em casa, em uma terça-feira, 21h45 (horário mais comum para os brasileiros), a audiência média foi de 19,45 pontos, ou seja, aumentou significativamente com relação ao primeiro duelo.

Leia também: Neymar fez comemoração diferente após gol no Uruguai. Você sabe o que significa?

O clássico diante da Argentina, em que o Brasil fez 3 x 0, no dia 10 de novembro do ano passado, também às 21h45 de uma quinta-feira, bateu recorde de audiência média domiciliar no período analisado pela empresa e chegou aos 20,30 pontos. Este foi um dos maiores índices de pessoas que assistiram ao conteúdo pelo menos um minuto: 21,1 milhões de pessoas, em todo o período analisado.

Leia também: Neymar volta a fazer lobby para o Barcelona contratar Philippe Coutinho

Na última quinta-feira, dia 23, o Brasil goleou o Uruguai por 4 a 1, fora de casa e a audiência média foi de 19,12 pontos. Esta partida começou, no entanto, às 20h.

Vale ressaltar que um ponto de audiência, em 2016, representava 240.886 domicílios ou 684.202 pessoas nos 15 mercados examinados, já em 2017, um ponto equivale a 245.702 domicílios ou 688.211 indivíduos nos mesmos 15 mercados aferidos.

Classificação

Como falado no início deste texto, desde que Tite foi contratado, a seleção brasileira pulou da quinta para a primeira colocação nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018. No qualificatório, foram sete jogos e sete vitórias, com 21 gols feitos e apenas dois sofridos. Se vencer o Paraguai nesta terça-feira, na Arena Corinthians, e Chile e Equador não vencerem seus jogos contra Venezuela e Colômbia, respectivamente, a seleção brasileira estará garantida em mais um Mundial.