Tamanho do texto

A jornal espanhol, Uefa revelou que o clube francês enviou uma carta com um dossiê sobre a atuação de Deniz Aytekin, na partida contra o Barcelona

Após diversas reclamações de pessoas ligadas ao futebol, a Uefa recebeu uma queixa formal do Paris Saint-Germain contra o árbitro alemão, Deniz Aytekin, que esteve na épica partida entre o time francês e o Barcelona, que venceu por 6 a 1, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa . A informação foi confirmada pela entidade ao jornal espanhol "Sport".

Leia também: Barcelona entra para o clube de incríveis "remontadas" históricas recentes

"Sim, recebemos uma carta do PSG a respeito", disse uma fonte da Uefa ao jornal da Espanha. "Mas não temos mais comentários a fazer sobre esta questão", completou.

A Uefa recebeu queixa contra Deniz Aytekin, árbitro da partida entre Barcelona x PSG
Reprodução
A Uefa recebeu queixa contra Deniz Aytekin, árbitro da partida entre Barcelona x PSG

Ainda segundo o jornal, o Paris Saint-Germain enviou um documento à entidade máxima do futebol europeu com queixas a respeito da atuação de Deniz Aytekin na partida que culminou com a eliminação dos franceses da competição europeia.

Leia também: PSG retorna à França sob protestos e Thiago Motta atropela torcedor; assista

Cerca de 15 lances teriam sido questionados pelo clube francês, mas sete decisões foram destacadas por "mudarem o rumo da partida", de acordo com o PSG. Para ter mais 'validade', a equipe de Cavani e Di Maria consultou alguns ex-árbitros internacionais, que teriam dado todo o respaldo.

Na carta, o PSG admite que muitas das decisões tomadas pelo árbitro alemão durante a partida são 'interpretáveis' e ressalta que o acúmulo de decisões desfavoráveis impulsionaram o clube francês a apresentar uma queixa oficial.

Leia também: Fácil fazer 6 gols? Veja a última vez que brasileiros fizeram como o Barcelona

A Uefa, por sua vez, disse que o trabalho de Aytekin foi analisado antes dele ser o escolhido para o jogo entre Barcelona e PSG. "Em cada partida, analisa-se o trabalho dos árbitros para decidir para quais partidas serão designados no futuro", disseram fontes da entidade ao jornal. "Para nós, o jogo entre Barcelona e PSG terminou no apito final. Nada mais".

Lances polêmicos

Além de dois pênaltis pedidos pelo PSG que teriam sido cometidos por Mascherano, o clube francês levanta a questão à Uefa em outros dois lances que culminaram em gols do Barcelona. O primeiro foi em um pênalti em cima do brasileiro Neymar e o segundo em outra penalidade, mas desta vez sobre Suarez. Os dois lances são complicados e Deniz Aytekin acabou assinalando para a marca da cal.

    Leia tudo sobre: futebol