Tamanho do texto

Jogador vem sendo tratado como celebridade no clube de Varginha. Ele vai disputar a Série B do Brasileirão neste ano

Goleiro Bruno acena para os torcedores após ser aplaudido no treino
Alexandre Guzanshe / EM DA PRESS / Superesportes
Goleiro Bruno acena para os torcedores após ser aplaudido no treino

Algumas horas depois de ser apresentado oficialmente como reforço do Boa Esporte, o goleiro Bruno realizou o primeiro treinamento no seu retorno ao futebol profissional. Os trabalhos no CT do time na cidade de Varginha, no sul do estado de Minas Gerais, foi acompanhado por alguns torcedores, que chegaram a aplaudir o jogador durante a atividade com gritos de "seja bem-vindo". 

Leia também: Bruno sonha com seleção: "Ninguém fecha as portas abertas por Deus"

"Ele é um ídolo flamenguista e vai ser ídolo do Boa também. Ele errou? Errou, mas tem a chance de reabilitação", disse à reportagem do "Estadão" um torcedor identificado apenas como Lupércio. Ele foi um dos que aplaudiram o goleiro Bruno nesta terça-feira.

Confira o vídeo do primeiro treino de Bruno

Leia também: Patrocinadores e fornecedora de material esportivo rescindem com o Boa

Desde sua chegada ao Boa Esporte, o atleta vem sendo tratado como celebridade, tendo que atender a vários pedidos de selfies por parte de alguns torcedores e também funcionários do clube. Neste período de ressocialização e volta à vida normal, Bruno, de 32 anos de idade, vem sendo acompanhado por seu advogado e muitos assessores.

O jogador também realizou testes físicos na academia do Boa juntamente com outros jogadores do elenco. Veja no vídeo abaixo:

Os vídeos acima foram feitos pela reportagem do portal "Uai", de Minas Gerais.

Leia também: No embalo de Bruno, veja atletas que saíram da prisão e voltaram aos gramados

Volta por cima

O goleiro Bruno vai disputar a Série B do Brasileirão pelo Boa Esporte, time mineiro que é atual campeão da Série C nacional. Sua contratação foi cercada de polêmica, uma vez que quase todos os patrocinadores do clube de Varginha não aceitaram o acerto com ex-atleta do Flamengo e decidiram romper seus contratos. E, na apresentação, ele falou até em seleção brasileira.

    Leia tudo sobre: Futebol