Tamanho do texto

Meio-campista ítalo-brasileiro jogou seu carro em cima de um torcedor, que teve que ser levado ao hospial

Torcedor do PSG teve que ser levado ao hospital após ser atropelado por Thiago Motta
Reprodução
Torcedor do PSG teve que ser levado ao hospital após ser atropelado por Thiago Motta

A torcida do PSG ficou furiosa com a goleada por 6 a 1 que sua equipe sofreu diante do Barcelona, na Espanha, culminando na eliminação da Liga dos Campeões. Lembrando que o time francês havia vencido o duelo de ida das oitavas de final por 4 a 0 e perdia o jogo de volta por "apenas" 3 a 1 até os 43 minutos do segundo tempo, quando os catalães fizeram três gols nos minutos finais.

Leia também: Barcelona entra para o clube de incríveis "remontadas" históricas recentes

No retorno à França, ainda no Aeroporto de Paris-Le Bourge, a delegação do PSG foi recebida com muitos protestos de torcedores. O incidente um pouco mais grave aconteceu com o meio-campista ítalo-brasileiro Thiago Motta, que teve seu carro cercado por alguns fãs na saída do local e chegou a jogar o veículo em cima de um deles, causando um atropelamento. 

Leia também: Histórico! Barcelona faz milagre, enfia 6 no PSG e avança na Liga dos Campeões

Confira no vídeo:

De acordo com a emissora francesa BFM TV, que fez as imagens de toda confusão, o torcedor foi atendido por uma equipe médica e teve que ser levado ao hospital de Saint-Denis com uma fratura na perna. 

Leia também: E se as bandas de rock fossem times de futebol? Confira essas camisas legais

A polícia parisiense estima que 30 pessoas foram até o aeroporto insultar os jogadores do PSG. Além de Thiago Motta, o também brasileiro Marquinho, zagueiro que cometeu pênalti em Luis Suarez, foi um dos principais alvos da ira da torcida.

Resumo do duelo histórico

O Barcelona abriu três gols de vantagem na partida disputada no Camp Nou, mas o PSG conseguiu diminuir com o uruguaio Cavani, aos 17 minutos do segundo tempo. Mesmo com a derrota por 3 a 1, o time francês avançaria à próxima fase da Champions e só perderia a vaga se tomasse três gols. E tomou. O Barça marcou aos 43, 45 e 49 minutos da etapa final, sacramentando sua classificação.

    Leia tudo sobre: Futebol