Tamanho do texto

Pontífice argentino é torcedor do San Lorenzo e recebeu equipe espanhola, que enfrenta a Roma pela Liga Europa. Ele deu conselhos aos jogadores

Papa Francisco recebeu os jogadores do Villarreal na Sala Clementina, no Vaticano, e deu conselhos aos jogadores
Reprodução/Twitter
Papa Francisco recebeu os jogadores do Villarreal na Sala Clementina, no Vaticano, e deu conselhos aos jogadores

Fã de carteirinha do San Lorenzo, o papa Francisco recebeu na manhã desta quinta-feira (23), em uma audiência na Sala Clementina, no Vaticano, os dirigentes e os jogadores do time espanhol Villareal, que jogará contra a Roma pela Liga Europa. 

LEIA MAIS: Papa Francisco recebe seleção alemã no Vaticano e diz que equipe é 'exemplo'

À equipe, o papa  disse que o futebol, como outros esportes, é uma imagem da vida e da sociedade. "Vocês no campo precisam uns dos outros. Cada jogador põe seu profissionalismo e habilidade em benefício de um ideal comum, que é jogar bem e vencer", disse Jorge Mario Bergoglio, seu nome de batismo.

"Para alcançar este objetivo, é preciso muito treinamento, mas também é importante investir tempo e esforço em reforçar o espírito de equipe para obter essa conexão de movimentos: um simples olhar, um pequeno gesto, uma expressão comunicam tantas coisas nesse campo", explicou o líder católico.

LEIA MAIS: Papa Francisco manda mensagem ao Brasil por tragédia da Chapecoense

Segundo Francisco, para isso é necessário agir "em espírito de comunhão, deixando de lado o individualismo e as aspirações pessoais", por que quando "se joga pensando no bem do grupo é mais fácil vencer". Além disso, o Papa também falou da importância dos jogadores e do esporte.

"Quando vocês jogam futebol vocês estão ao mesmo tempo educando e passando valores. Muitas pessoas, sobretudo os jovens, os admiram e observam. Querem ser como vocês. Através do seu profissionalismo, vocês transmitem um modo de ser para os que os seguem, principalmente para as novas gerações", ponderou.

"E isso é uma responsabilidade e vocês devem se motivar a dar o melhor de vocês mesmos para exercitar esses valores que no mundo do futebol devem ser palpáveis: o espírito de companhia, o esforço pessoal, a beleza do jogo e o jogo em equipe".

LEIA MAIS: Papa recebe jogadores de Milan e Juventus antes da final da Copa da Itália

O Pontífice argentino também ressaltou um outro aspecto positivo do esporte, que é "a gratidão", que deve acompanhar a vida de todos, e comparou a posição de goleiro com a vida. "Tem que bloquear a bola de onde vem chutada, não sabe de onde [ela] virá. E a vida é assim", concluiu Francisco.

Amor ao futebol

Argentino, papa Francisco é torcedor fanático do San Lorenzo e nunca escondeu sua paixão. Além do Villarreal, ele já recebeu muitos outros times no Vaticano. 

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.