Tamanho do texto

Após órgão local dar parecer desfavorável à obra, clube enviou uma revisão, que foi elogiada; Stadio della Roma está previsto para ser entregue em 2019

Projeto do novo estádio da Roma foi revisto para que tenha aval da prefeitura
Divulgação
Projeto do novo estádio da Roma foi revisto para que tenha aval da prefeitura

O vice-prefeito da cidade de Roma, Luca Bergamo, informou nesta terça-feira (14) que a diretoria do clube homônimo apresentou uma "revisão" do projeto de construção do estádio da equipe, que será chamado 'Stadio della Roma'.

LEIA MAIS: Ex-presidente da Inter de Milão sonha com Gabriel Jesus no time

"Quero agradecer a Roma por ter respondido às solicitações da administração capital na reunião da última semana apresentando hoje uma revisão do projeto que tem caráter fortemente inovador. Os debates técnicos ainda estão acontecendo, faremos uma avaliação desta importante novidade e faremos também apontamentos na próxima semana", disse Bergamo.

Segundo o vice-prefeito, o prazo do dia 3 de março para a análise final da obra será "obviamente" mantido. Ao ser questionado sobre quais pontos foram mudados e qual a inovação, o político afirmou que só falará sobre eles quando for completada a "primeira fase, depois da avaliação".

LEIA MAIS: Jogadores ao redor do mundo comemoram o Valentine's Day; veja fotos

Já o gerente de futebol do clube romanista, Mauro Baldissoni, destacou que está "satisfeito" com o que foi conversado na reunião desta terça. "Nós sempre afirmamos que queríamos fazer esse projeto com a cidade porque ele é importante para além da Roma e isso deve ser compartilhado", disse Baldissoni. Ele ainda ressaltou que acredita ter obtido "sucesso" com as exigências do governo do Movimento Cinco Estrelas (M5S), partido da prefeita da cidade, Virgínia Raggi.

Interferências

Os debates para as mudanças no projeto, que tem previsão de entrega para 2019, começaram no início deste mês, quando a Prefeitura deu um parecer desfavorável ao desenho inicial por terem sido constatadas "criticidades" em relação à "segurança viária e hidráulica" e "carência" de estacionamentos, viabilidade e transporte público.

LEIA MAIS: Totti faz 'campanha' por estádio da Roma e prefeita da cidade rebate

A obra será erguida no bairro Tor di Valle, na zona sul da capital italiana, e terá capacidade para 60 mil pessoas. Além do gramado para os jogos de futebol, o estádio terá lojas, espaço para eventos públicos e privados e restaurantes. Atualmente, a Roma disputa suas partidas no Estádio Olímpico, local que divide com a rival Lazio.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas