Tamanho do texto

Investigação foi aberta pela Procuradoria de Turim e repassada para a Procuradoria da Federação Italiana de Futebol; presidente é acusado

A Juventus é a atual pentacampeã do Campeonato Italiano
Divulgação/Juventus FC
A Juventus é a atual pentacampeã do Campeonato Italiano

A diretoria da Juventus foi acusada nesta quinta-feira (26) de ter envolvimento com o grupo mafioso 'ndrangheta em uma matéria do jornal "Il Fatto Quotidiano". Segundo a publicação, uma investigação aberta pela Procuradoria de Turim e repassada para a Procuradoria da Federação Italiana de Futebol (Figc) acusam o presidente do clube Andrea Agnelli de "atos ilícitos".

LEIA MAIS: Em começo avassalador, Juventus bate Lazio e segue na liderança do Italiano

"A conclusão das investigações da justiça esportiva atribui ao número 1 bianconero (apelido dado aos torcedores da Juventus ) um relacionamento pessoal com expoentes do crime organizado", diz parte do texto.

Ainda de acordo com a matéria, "o chefe dos ultràs" da equipe (como são conhecidas as organizadas na Itália) estava ligado a uma investigação por pertencer à 'ndrine - uma vertente da máfia 'ndrangheta - e tinha dito aos procuradores de Turim que "viu Andrea pessoalmente e conversamos sobre a gestão dos ingressos e pagamentos".

Andrea Agnelli, presidente da Juventus, é um dos acusados
Divulgação
Andrea Agnelli, presidente da Juventus, é um dos acusados

LEIA MAIS: A partir de 2019, clube sem futebol feminino não disputará Libertadores

O texto do jornal informa ainda que havia uma acordo entre a diretoria da Juve e os grupos de torcidas organizadas para "garantir a tranquilidade nos estádios". A Procuradoria da cidade italiana não incluiu na investigação nenhum dirigente da Velha Senhora, mas informou que esse "relacionamento" teria efeitos no futebol.

A organização

A 'ndrangheta é um grupo mafioso formado por volta de 1860 e que tem como base a região da Calábria. No entanto, com o passar dos anos, a organização criminosa se espalhou por toda a Itália e em outros países, atuando em diversos segmentos do crime organizado. É considerada uma das mais ricas organizações mafiosas do mundo.

LEIA MAIS: Prefeitura de Los Angeles aprova candidatura para os Jogos Olímpicos de 2024

Outro lado

Em nota, a atual pentacampeã italiana informou que "nenhum funcionário ou afiliado foi investigado em caso penal" no âmbito das investigações que analisam as famílias que pertencem à 'ndrangheta e que tentam se infiltrar no clube bianconero. A Juventus ainda informa que o caso está sendo analisado pelos advogados do clube para "proteger a própria honra e respeitabilidade". *Com agência Ansa

    Leia tudo sobre: futebol