Tamanho do texto

Jogador chegou na noite de sábado (17) à cidade de Nova Hartz, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele ficará alguns dias ao lado da família

Alan Ruschel, um dos sobreviventes da tragédia com o voo da Chapecoense, está em casa. O jogador chegou na noite de sábado (17) a Nova Hartz, na Região Metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, cidade de seu pai. As informações são da RBS TV. 

Sobrevivente do acidente com avião da Chape, lateral Alan Ruschel deixa hospital

Alan Ruschel recebe apoio de amigos e familiares na chegada a Nova Hartz
Reprodução/RBS TV
Alan Ruschel recebe apoio de amigos e familiares na chegada a Nova Hartz

Segundo a emissora, Alan Ruschel foi recebido com faixas e homenagens pelos moradores da cidade gaúcha. O lateral-esquerdo ficará alguns dias por lá, ao lado da família. 

Ele foi um dos primeiros brasileiros a voltar para o Brasil depois da queda do avião da LaMia. Ruschel ainda ficou internado em um hospital em Chapecó e recebeu alta na sexta-feira (16). No sábado (17), ele voltou à Arena Condá para uma entrevista coletiva. 

"Farei de tudo para jogar"

No papo com a imprensa, o jogador explicou como a mistura de sentimentos por ter sobrevivido à tragédia. Segundo ele, é uma grande alegria por estar vivo e bem, mas ainda há o luto por todos os amigos e companheiros que morreram na queda. 

O lateral, um dos quatro brasileiros vivos após o acidente, teve uma recuperação considerada excelente pelos médicos. Depois de duas semanas internado na Colômbia, ele voltou ao Brasil no dia 13 e foi para o hospital em Chapecó. No momento da alta, era esperado por torcedores e foi andando para o carro. 

No acidente, o atleta fraturou uma vértebra e teve lesão no abdômen. Ele passou por cirurgias ainda na Colômbia. No hospital, ele já apresentou sensibilidade e dava mostrar de que logo iria recuperar os movimentos. 

Ele ainda precisará passar por fisioterapia, mas fala em voltar aos gramados. " Farei tudo para jogar ", comentou na coletiva.

Outros sobreviventes

Alan Ruschel foi um dos seis sobreviventes do acidente com o avião que levava a delegação da Chapecoense e membros da imprensa, no final de novembro, para a disputa da final da Copa Sul-Americana. 71 pessoas morreram na queda da aeronave. Os outros brasileiros, o jornalista Rafael Henzel e os jogadores Neto e Jackson Follmann, seguem internados. Henzel deve ser o próximo a deixar o hospital, com alta prevista para a segunda-feira (19). E Follmann, que estava em um hospital em São Paulo e teve uma perna amputada no acidente, foi transferido para Chapecó  e ainda fará novas cirurgias.