Tamanho do texto

Atacante brasileiro revelou também que o argentino Messi o ajudou bastante na sua chegada ao Barcelona

Acostumado com comentários positivos e negativos, tento pelo que faz dentro ou fora de campo, o atacante brasileiro Neymar se disse acostumado com as alfinetadas e despreocupado com o que as pessoas acham de seu estilo. Em entrevista à rede de TV americana CNN, o jogador avisou que não vai mudar por conta das críticas.

E mais:  Justiça espanhola encerra o "caso Neymar" e multa o Barcelona em R$ 21 milhões

"Não vou mudar meu estilo por causa de críticas, porque não gostam ou porque não conseguem fazer o que eu faço", disse Neymar na conversa.

Neymar avisou que não vai mudar seu estilo de jogo por conta das críticas
CBF/Divulgação
Neymar avisou que não vai mudar seu estilo de jogo por conta das críticas

O jogador do Barcelona e da seleção brasileira falou também da sua relação com Lionel Messi, seu companheiro de clube na Espanha. De acorco com Neymar, o argentino ajudou em um momento difícil na carreira, quando havia acabado de se transferir para o clube catalão. "Ele viu que eu estava triste, com a cabeça baixa, que as coisas não davam certo pra mim e me disse para relaxar, seguir em frente", comentou.

Entenda o caso Neymar:  brasileiro pode realmente ir para a cadeia?

Mais valioso do mundo

Recentemente, Neymar foi eleito o jogador mais valioso do mundo! A afirmação foi feita pela conceituada revista francesa "France Football", que divulgou a relação com os 50 atletas mais caros do futebol, com o atacante brasileiro do Barcelona encabeçando a lista, à frente do seu companheiro de time Lionel Messi.

O jogador brasileiro vale 250 milhões de euros (cerca de R$ 929 milhões), enquanto o argentino tem valor de mercado na casa dos 190 milhões de euros (cerca de R$ 706 milhões). Depois de Neymar e Messi aparece Antoine Griezmann dentro do top 3 - o francês do Atlético de Madri tem custo de 135 milhões de euros (cerca de R$ 502 milhões).

Você viu?  Cinco brasileiros são indicados ao time do ano pela Fifa; são 55 nomes no total

Neymar é o único jogador brasileiro entre os dez primeiros colocados do ranking. No ano passado, ex-atacante do Santos ficou na segunda posição com 153,7 milhões de euros (cerca de R$ 571 milhões). Naquela ocasião, ele só perdia para Messi, que valia 250,7 milhões de euros (cerca de R$ 930 milhões).

    Leia tudo sobre: Futebol