Tamanho do texto

Jogador português responde na Justiça espanhola por evasão fiscal de mais de R$ 500 milhões

Cristiano Ronaldo ganhou a Bola de Ouro pela quarta vez na carreira
Divulgação/Real Madrid
Cristiano Ronaldo ganhou a Bola de Ouro pela quarta vez na carreira

O astro português Cristiano Ronaldo foi premiado mais uma vez pela revista francesa "France Football" e conquistou sua quarta Bola de Ouro da carreira. Mas ele não tem motivos para comemorar, já que se disse bastante abalado por conta do processo judicial que sofre na Espanha por fraude fiscal.

E mais:  Cristiano Ronaldo confirma favoritismo e vence Bola de Ouro pela quarta vez

"Claro que diminuiu o prazer de ganhar essa Bola de Ouro. Estaria mentindo se dissesse que não, não sou hipócrita", comentou Cristiano Ronaldo à publicação. "Não me sinto nada bem e tudo isso é um processo difícil para mim e para as pessoas que estão ao meu redor. Para minha família, meu filho, para a gente que trabalha comigo", continou o jogador do Real Madri.

"Me dói muito porque sempre tentamos fazer as coisas bem. Há gente inocente que está na prisão e me sinto assim, porque sou inocente. As pessoas próximas a mim sabem que não fiz nada errado. Na verdade, cedo ou tarde, isso sempre vem à tona", avaliou o jogador.

Liga dos Campeões:  oitavas com PSG x Barça e Bayern x Arsenal; veja os duelos

Pela quarta vez

Esta foi a quarta vez que o português ganhou a Bola de Ouro. As outras foram em 2008 (antes da unificação com a Fifa), 2013 e 2014. Ele deixa Cruyff, Michel Platini e Van Basten para trás, com três títulos, mas ainda fica atrás do recordista Lionel Messi, que tem cinco. Em 2016, Cristiano conquistou a Liga dos Campeões pelo Real e a Eurocopa com a seleção portuguesa, títulos que o colocaram como favorito para vencer a 61ª edição do prêmio.

Processo na Espanha

O atleta português é suspeito de evasão fiscal de aproximadamente 150 milhões de euros (ou R$ 530 milhões). Ele teria depositado em uma conta nas Ilhas Virgens Britânicas, conhecido paraíso fiscal no Caribe, valores relativos a seus direitos de imagem no clube espanhol. 

Última rodada:  Dez anos após conquistar o mundo, Inter é rebaixado para a Série B

Cristiano Ronaldo não importa que falem de sua vida pessoal e crê em justiça neste caso. "Quando falam da minha vida privada, dos meus amigos, dos lugares que viajei de férias, se tenho namorada ou não... isso é normal. Mas quando se trata de algo sério como o que está acontecendo agora, espero por justiça. Tenho advogados que vão cuidar disso", finalizou.

    Leia tudo sobre: Futebol