Tamanho do texto

Clube catalão enviou carta formal à direção da Chape com o convite para participar do Troféu Joan Gamper; Barça fala em ajudar na reconstrução

Camp Nou silencia durante um minuto antes da partida entre Barcelona e Borussia M'gladbach pela Liga dos Campeões em homenagem à Chape
Divulgação/VÍCTOR SALGADO - FCB
Camp Nou silencia durante um minuto antes da partida entre Barcelona e Borussia M'gladbach pela Liga dos Campeões em homenagem à Chape

O Barcelona, um dos principais clubes do mundo, está empolgado para ajudar a Chapecoense após a tragédia da última semana. Nesta quinta-feira, o time catalão convidou à equipe catarinense para participar do Troféu Joan Gamper de 2017. O convite foi divulgado em comunicado no site oficial do Barça. A ideia é prestar homenagem às 71 vítimas.

LEIA MAIS: Fifa planeja fazer Copa do Mundo com 48 seleções divididas em 16 grupos de três

"O Barcelona quer prestar homenagem as 71 pessoas que morreram no acidente e suas famílias. O Barcelona trabalhará para que a edição do Troféu Joan Gamper 2017 seja uma grande homenagem do mundo do futebol a todos eles através de diferentes iniciativas em torno desta partida e que serão conhecidas à medida que se aproxime a data de sua realização", afirmou o clube.

LEIA MAIS: Venda do Milan para investidores chineses é adiada para 3 de março

Além do amistoso, que geralmente acontece em agosto no estádio Camp Nou e serve como uma abertura oficial da temporada para os catalães, o Barça pretende se aproximar da Chape e ajudar na reconstrução do clube.

LEIA MAIS: Mundial de Clubes da Fifa: confira a tabela de jogos do torneio de 2016

"Junto com o convite, o Barcelona gostaria de colaborar na reconstrução institucional e esportiva do clube e ajudar a recuperar o nível competitivo que tinha", prosseguiu. Além do comunicado, o atual campeão mundial enviou uma carta formal à direção do clube catarinense.

A tragédia

O avião com a delegação da Chapecoense que teria como destino a cidade de Medellín, na Colômbia, caiu pouco antes de pousar, matando 71 das 77 pessoas que estavam a bordo. O time jogaria a final da Copa Sul-Americana diante do Atlético Nacional. Entre as vítimas estão jogadores, membros da comissão técnica, diretoria, jornalistas e tripulação.

Outras homenagens

O Barcelona homenageou a Chapecoense com minutos de silêncio antes das partidas diante de Real Madrid, pelo Campeonato Espanhol, e Borussia M'gladbach, pela Liga dos Campeões da Europa na última semana, além de  parar o treino ainda no dia da tragédia. O técnico Luis Enrique foi o primeiro a citar a possibilidade de um amistoso.

    Leia tudo sobre: futebol