Tamanho do texto

O lance aconteceu durante campeonato de jovens na Tanzânia. Ismail Mrisho Khalfan não resistiu e morreu antes mesmo de chegar ao hospital

Tragédia! Ismail Mrisho Khalfan sofreu parada cardíaca e morreu em campo
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Tragédia! Ismail Mrisho Khalfan sofreu parada cardíaca e morreu em campo

Uma tragédia aconteceu dentro de campo durante partida do campeonato nacional sub-20 da Tanzânia, país localizado no lado oeste do continente africano. O jovem atacante Ismail Mrisho Khalfan, de apenas 19 anos de idade, sofreu um ataque cardíaco ainda no gramado e morreu antes de chegar ao hospital mais próximo.

Entenda o caso:  Juiz proíbe divulgação de informações do "Football Leaks"

Ismail era jogador do Mbao FC e havia marcado um belo gol de letra minutos antes da tragédia. O seu time vencia o Mwadui por 1 a 0, fora de casa, quando ele perdeu a bola no meio de campo após levar um carrinho do adversário - o árbitro não marcou a infração e o atleta sofreu o ataque cardíaco fulminante ali mesmo.

Veja o gol de letra e o lance da tragédia no vídeo abaixo. As cenas são fortes


Os jogadores dos dois times ficaram preocupados com a situação e chegaram a ajudar Ismail dentro de campo, mas ele não resistiu.

Você viu?  Em clima de paz, organizadas de SP se reúnem no Pacaembu pela Chapecoense

Acaba logo, 2016

O fim deste ano vem sendo marcado por algumas tragédias no esporte. Além do triste caso de Ismail Mrisho Khalfan, o mundo do futebol ficou abalado na semana passada com a queda do avião da Chapecoense, na Colômbia, que matou 71 pessoas e deixou apenas seis sobreviventes. Eram 77 a bordo no voo da Lamia, entre jogadores, comissão técnica do clube catarinense, dirigentes, imprensa e tripulação.

E mais:  Queda do avião da Chapecoense ainda continua sem algumas respostas

Na Rússia, um acidente de ônibus na região de Khanty-Mansiysk causou a morte de 12 ginastas do país - o veículo foi atingido por um caminhão após perder o controle em uma estrada muito escorregadia por causa da neve. Segundo informações da imprensa local, as atletas tinham entre 12 e 14 anos de idade e faziam parte de uma equipe russa de ginástica acrobática. Eram 32 pessoas no veículo.

O ataque cardíaco do jogador tanzaniano se junta aos casos trágicos deste fim de ano. 

    Leia tudo sobre: Futebol