Tamanho do texto

Goleiro da Chapecoense foi encontrado com vida, mas a Aeronáutica Civil da Colômbia não incluiu o nome do jogador na lista de sobreviventes

Danilo brilhou na Chapecoense neste ano de 2016
Site oficial
Danilo brilhou na Chapecoense neste ano de 2016

A família do goleiro Danilo, da Chapecoense, está sofrendo com as informações desencontradas sobre o estado de saúde do jogador após a queda do avião que levava a equipe para Colômbia. Foram 71 mortos e seis sobreviventes. 

Veja:  os nomes de quem estava no voo da Chapecoense que matou mais de 70 pessoas

A primeira informação foi de que Danilo  estava entre os seis sobreviventes do acidente. Então, a Cruz Vermelha informou que ele havia morrido no hospital, mas, horas depois, voltou atrás na informação. Já a Aeronáutica Civil da Colômbia retirou o nome do jogador da lista de sobreviventes no fim da manhã desta terça-feira.

Danilo e Alan Ruschel momentos antes do acidente
SnapChat/Reprodução
Danilo e Alan Ruschel momentos antes do acidente

"É uma notícia diferente a cada minuto. Meu coração está despedaçado. Eu jamais achei que passaria por esse momento. Não consegui assimilar. Não está sendo fácil. Não temos notícias concretas. Cada um fala uma coisa", disse Alaíde Padilha, mãe do atleta, em entrevista ao canal "SporTV".

E mais:  "A Chapecoense tem que continuar", diz, aos prantos, o vice-presidente do clube

Já a irmã do herói da classificação às finais da Copa Sul-Americana, Daniele Padilha, disse que "um médico da Colômbia me mandou um áudio em que falava que o Danilo estava bem, indo para o hospital. Agora, vi que ele morreu na TV. Não sei, a gente não tem informação concreta".

Há poucos minutos, o médico Guillermo Molina informou à rádio "La Red" que Danilo não havia sobrevivido aos ferimentos e teria falecido no hospital. 

A tragédia

O avião que levava o time brasileiro para o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana sofreu um acidente na região metropolitana de Medellín, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira. A administração do aeroporto José Maria Córdova, onde pousaria a aeronave, confirmou o ocorrido momentos depois.

Confira:  Especialista em aviação aponta possível erro de planejamento em acidente

Ainda com informações da imprensa local e agências internacionais de notícias, o avião da Chapecoense, de prefixo CP2933, da empresa LAMIA Airlines, se acidentou pouco antes de chegar ao destino, no município de La Unión.  A Aviação Civil da Colômbia não exclui a possibilidade de ter acabado o combustível do avião. De acordo com o responsável pela Agência de Aviação Civil local (Aerocivil), Alfredo Bocanera, os investigadores começaram a analisar a chance do carburante ter acabado durante o voo.

Danilo foi encontrado com vida nos destroços da aeronave, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, de acordo com a posição oficial das autoridades colombianas. Com informações da Agência Ansa

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.