Tamanho do texto

Clube gaúcho entrou com recurso após ser punido com a perda do mando de campo; motivo foi a entrada de Carol Portaluppi no gramado da arena

STJD decidiu punir o Grêmio por conta da entrada em campo da filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
STJD decidiu punir o Grêmio por conta da entrada em campo da filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi

Um dia depos de ser punido pelo STJD com a perda do mando de campo na final da Copa do Brasil por conta da "invasão" de campo de Carol Portaluppi, filha do técnico Renato Gaúcho, o Grêmio conseguiu um efeito suspensivo que lhe permite mandar o duelo decisivo contra o Atlético-MG em sua arena, em Porto Alegre.

E mais:  Grêmio é punido por "invasão" e perde mando da final da Copa do Brasil

A diretoria do clube gaúcho agiu rápido e entrou com recurso, acatado pelo STJD . Com isso, o julgamento do mérito não tem data para ocorrer e tudo indica que será realizado após a final, que será no dia 30 de novembro. Entretanto, se o processo acontecer antes desta data e a punição ao Grêmio for mantida, a final terá seu palco alterado.

Antes de receber o efeito suspensivo, o presidente do tricolor gaúcho, Romildo Bolzan Jr, já demonstrava tranquilidade com o caso. "Vamos recorrer, ainda não conheço as circunstâncias do julgamento. Mas o Grêmio irá recorrer desta decisão", disse ao jornal Zero Hora.

Confira: Veja fotos de Carol Portaluppi, filha de Renato Gaúcho

"Foi uma decisão fora da curva. O tribunal já havia julgado questões semelhantes e não havia se utilizado de uma situação tão gravosa como essa. Exatamente como base nessa jurisprudência que vamos nos utilizar do recurso compatível para obter o efeito suspensivo da decisão. Acredito que os gremistas deem ficar tranquilos. Compete ao clube aceitar a decisão e manejar o recurso compatível", completou o dirigente.

"Invasão" de Carol Portaluppi

A punição foi dada porque a filha do técnico Renato Gaúcho, Carol Portaluppi, entrou no gramado da Arena do Grêmio para comemorar a classificação logo após a partida contra o Cruzeiro. Na ocasião, o empate por 0 a 0 deu aos gaúchos a vaga na final diante do Atlético-MG.

Carol Portaluppi comemora dentro de campo com seu pai, Renato Gaúcho
LUCAS UEBEL/ GRÊMIO FBPA
Carol Portaluppi comemora dentro de campo com seu pai, Renato Gaúcho

Polêmica!  Jogadora é filmada tomando banho nua após jogo

Na súmula, o árbitro escreveu o seguinte:

"Informo que ao final da partida, constatei a presença da Sra Carol Portaluppi dentro do campo de jogo. Cabe salientar, que após o término do jogo, fui informado pelo inspetor da partida, Sr Nelson de Souza Monção e pelo quarto árbitro, Sr Francisco Silva Neto que a referida adentrou as imediações do campo de jogo a poucos segundos do término da partida, chamada pelo seu pai, Sr Renato Portaluppi, técnico da equipe do Grêmio, sentando no banco de reservas. Não havendo tempo hábil para retirá-la pois a partida se encerrou, a mesma adentrou o campo de jogo".

E foi com base nisso que o STJD deu a punição. 

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.