Tamanho do texto

Independente de vazamentos, construtora Odebrecht negou que existam riscos ao público que visita o estádio corintiano

O Ministério Público do Estado de São Paulo determinou que uma vistoria seja feita na Arena Corinthians para verificar se a casa do clube alvinegro reúne condições de segurança para receber grande público, seja jogos de futebol ou qualquer outro tipo de eventos. De acordo com o órgão, já há um inquérito civil em andamento em fase de perícia das condições de infraestrutura do estádio.

E mais:  Odebrecht nega risco de deslizamento no estádio corintiano

“Diante da gravidade dos fatos noticiados sobre a Arena Corinthians , com risco à integridade das pessoas que a utilizam, e havendo a necessidade de se verificar se o local reúne condições de segurança para a realização de eventos esportivos e de natureza diversa, bem como a possibilidade do estádio continuar funcionando, determinou a realização de vistoria no local”, disse o MP em nota oficial.

Arena Corinthians é alvo do Ministério Público
CORINTHIANS/DIVULGAÇÃO
Arena Corinthians é alvo do Ministério Público

Reforço: "Mais maduro depois de 11 anos longe", Jô assina com o Corinthians

A construtora Odebrecht negou que existam riscos ao público que visita o estádio corintiano, localizado na zona leste da capital paulista. “Ao longo destes dois anos e meio de operação, dezenas de partidas de futebol e diversos outros eventos foram realizados, sem oferecer qualquer risco aos usuários”, diz, no site oficial do clube alvinegro, o comunicado divulgado pela empresa que construiu o estádio.

Vazamento interno no local

Recentemente, após uma inspeção na arena, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) identificou indícios de vazamento no local. A empresa responsável pelo abastecimento de água na cidade disse que alertou o Corinthians, ainda no mês de fevereiro, sobre a falta de consumo no estádio, “o que sinalizaria um vazamento interno”, segundo comunicado da companhia.

Confira:  Insatisfeito, goleiro Cássio deve deixar o Corinthians em 2017

Uma reportagem publicada pelo jornal "Folha de S.Paulo" disse que há possibilidade de deslizamento no estacionamento da Arena Corinthians devido a um vazamento de água. Ao lado do espaço destinado a acomodar os carros do público da arena passa a Avenida Radial Leste, que liga o centro paulistano à zona leste da cidade.  Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.