Tamanho do texto

Andre Gray, do Burnley, chegou a dizer, em 2012, que os gays deveriam "morrer queimados". Ele foi suspenso por quatro jogos e pagará multa

Andre Gray recebeu punição por tuítes homofóbicos feitos em 2012
Divulgação
Andre Gray recebeu punição por tuítes homofóbicos feitos em 2012

Parece que não são apenas os jogadores brasileiros e até artistas que se complicam por conta de publicações antigas em redes sociais. Nesta sexta-feira, a Federação Inglesa de Futebol (FA) anunciou a decisão de aplicar uma multa de 25 mil libras (aproximadamente R$ 105 mil) e suspender por quatro partidas o jogador do Burnley, Andre Gray, por conta de comentários homofóbicos, racistas e sexistas feitos no Twitter, em 2012.

LEIA MAIS:  "Ele fala como um robô", diz zagueiro adversário sobre Zlatan Ibrahimovic

Reprodução
"É impressão minha ou há gays em todo lugar? #Queimar #Morrer #MeDeixaDoente", disse o jogador em tuíte

O atacante de 25 anos, que também terá que frequentar um curso de comportamento da FA, chegou a dizer, em tuítes, que os gays deveriam “morrer queimados”, na mesma semana em que marcou pela primeira vez no Campeonato Inglês. Em comunicado, a FA confirmou a suspensão, mesmo após as diversas desculpas públicas que o atleta fez quando as mensagens se tornaram públicas.

Gray publicou uma série de seis mensagens consideradas abusivas e insultuosas, envolvendo "gênero", "orientação sexual", "cor" e "raça" de forma pejorativa, além de se referirem explicitamente a pessoas, caso de Whitney Houston e Jessica Ennis.

Por conta da punição, aceita pelo clube e jogador, ele não enfrentará Watford, no estádio Turf Moor, nem o Arsenal, Southampton e Everton, nas rodadas seguintes.