Tamanho do texto

Proposta é do presidente da federação local de futebol. Atualmente a Série A conta com 20 clubes, como na maioria dos torneios ao redor do mundo

Milan e Udinese são dois dos representantes da Série A do campeonato italiano
Reprodução
Milan e Udinese são dois dos representantes da Série A do campeonato italiano

O presidente da Federação Italiana de Futebol (Figc), Carlo Tavecchio, afirmou nesta segunda-feira que vai propor a redução do número de times da Série A de 20 para 18.

Segundo ele, isso aumentaria o nível técnico do campeonato, o que elevaria também o interesse do público. "Quando há espetáculo, as pessoas chegam", disse o cartola à emissora "Rai Radio 1". No entanto, para que a ideia siga adiante, Tavecchio precisa convencer a Lega Serie A, liga que cuida da primeira divisão do Italiano.

"Nesta semana encontrarei a Lega e darei um ultimato sobre um tema que já havia sido colocado na mesa no ano passado", acrescentou. De acordo com o presidente da Figc, a redução poderia ser implantada por meio de um plano trienal para suavizar o impacto.

Atualmente, a Série A conta com 20 clubes, dos quais três são rebaixados para a segunda divisão. Entre as principais ligas europeias, apenas a da Alemanha conta com 18 times.