Tamanho do texto

Neymar funciona como uma espécie de embaixador do poker, promovendo o jogo quando sua agenda, quase sempre lotada, permite

Neymar também sabe jogar poker
Divulgação
Neymar também sabe jogar poker

Tudo que envolve o nome de Neymar ganha proporções gigantescas. O garoto de ouro do futebol brasileiro move muitas coisas dentro e fora dos gramados. Ninguém duvida que o atacante do Barcelona e da seleção brasileira é um fora de série, e com a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio, ele parece ter enfim encontrado a paz que precisava.

E mais:  Você conhece Dan Bilzerian, o playboy milionário do poker?

Pouco tempo antes, depois da vexatória eliminação do Brasil na Copa América Centenário, Neymar , que não havia sido convocado, comprou uma briga com imprensa e torcedores ao chamar os críticos da Seleção de babacas. Foi duramente criticado, alguns jornalistas não ocultaram o descontentamento e o bombardearam com perguntas nem sempre ligadas ao futebol. Tudo parecia desabar, como castelo de cartas, após os empates com África do Sul e Iraque nas primeiras rodadas do torneio de futebol da Olimpíada.

Veio a vitória contra a Dinamarca, a classificação, a Colômbia e seu gol de falta, o passeio contra Honduras até chegar a temida Alemanha no Maracanã. Mesmo com o time olímpico desfalcado e sem caras conhecidas, a Mannschaft deu trabalho, mas no fim, Neymar cobrando o decisivo pênalti deu o ouro inédito para a camisa canarinho. Não falta o Brasil ganhar mais nada no futebol. E por fim, o dono da camisa 11 do Barça e 10 da Seleção pôde relaxar.

Neymar gosta de curtir a vida de jovem com seus famosos parças, mundo afora. Não tem problemas - e nem deveria ter - em ser visto em festas celebrando. O que muitos ainda não sabem é que além da vida noturna, ele gosta muito de se divertir nas mesas de Poker. Tanto que é contratado de um site , o maior do mundo da atividade, e funciona como uma espécie de embaixador, promovendo o jogo quando sua agenda, quase sempre lotada, permite. Ele se juntou a Ronaldo, Critiano Ronaldo e os profissionais do Poker, André Akkari, Felipe Mojave e Caio Pessagno para difundir a marca. A aposta foi certeira, além de gostar muito de jogar, conseguiu atrair novos adeptos e desconstruir a imagem do jogo perante o público leigo.

Veja também:  Michael Phelps, a lenda olímpica que também se arrisca no poker

Cristiane Romio é dealer de Poker profissional. Com muitos anos de experiência no mercado, ela é quem distribui as cartas e controla as apostas nas mesas televisionadas do BSOP, o Campeonato Brasileiro de Poker. Conheceu e se tornou amiga de Neymar em um jogo de amigos dele em Santos, hoje ela é quem organiza os eventos na casa do atacante, Cristiane conta que o craque é aplicado na mesa: “Ele é bem focado no jogo, mesmo sendo alegre e brincalhão. Ele gosta muito de poker e como amiga dele percebi que tudo que gosta ele se empenha muito”. E complementa: “Ele organiza os torneios de poker para os amigos, pois adora uma competição. Apesar de ser um momento de diversão, o pessoal leva o jogo muito a sério”.

Participação em Las Vegas

Nesse ano, Neymar, de férias em Las Vegas, assim como fez no ano passado, esteve na World Series of Poker e lá jogou um evento para convidados. A prova valia um bracelete e US$10.000 referentes a inscrição do evento principal da série. O vencedor? – Neymar! – Outro que conhece bem a rotina do craque nos panos verdes é Raphael Costa. Jogador de poker profissional da cidade de Santos, ele se acostumou a ir torcer para o camisa 11 nas arquibancadas da Vila Belmiro. Acabou se tornando próximo do jogador graças a um amigo em comum, que também compartilha a paixão pelo Poker.

Neymar é bom com a bola nos pés e com as cartas nas mãos
Divulgação
Neymar é bom com a bola nos pés e com as cartas nas mãos

Costa diz: “Nas férias do ano passado nosso amigo em comum organizou um torneio e eu fui, como ele (Neymar) sabia que eu jogava profissionalmente, acabamos conversando sobre o assunto. Ele é um menino bem interessado. Tudo que ele gosta ele se interessa em se conhecer, se aprofundar. Acabamos nos tornando amigos. Passei o Ano Novo em Barcelona com ele e quando ele vem para cá saímos juntos. Ele sempre manda mensagem perguntando sobre o jogo, querendo tirar dúvidas.” Mas quanto tempo um cara como Neymar pode dedicar a um hobby como o Poker?

Veja:  Poker, o esporte que todos podem praticar. Inclusive os famosos

Segundo Raphael o Poker caiu como uma luva para ele: “Ele pode jogar em casa, online ou ao vivo, pode reunir os amigos, escutar música, dar risada e bater papo, que é o que ele gosta de fazer, além de ser muito interessado no jogo. O Poker tem um peso bem importante na vida dele, depois do futebol.” Para o amigo Neymar tem tudo para ser um jogador de poker bastante interessante, agressivo (no poker agressividade é uma qualidade boa, significa que o jogador coloca os adversários em situações difíceis, aumentando as apostas, colocando sempre boa quantidade de fichas, com cartas boas ou não), como é nos gramados.

Se por onde Neymar passa movimenta muitas pessoas, quando esteve num evento do Brazilian Series of Poker em São Paulo, no ano passado, não foi diferente. Logo na entrada muitas fãs do atacante gritavam seu nome, quando ele chegou, um batalhão de jornalistas estava lá e fez perguntas de todo o tipo. Quando finalmente conseguiu sentar para jogar, foi só sorrisos. Jogou um torneio de caridade onde chamou amigos do futebol e pessoas destacadas do mundo do Poker. Foi um grande sucesso! – Ele não mais voltaria ao BSOP, mas logo teremos a chance de ver se a ousadia e alegria vale nas mesas também.

*Victor Marques, o Vitão, é ex-jogador profissional de poker, narrador, repórter e blogueiro do Superpoker e do Bandsports

    Leia tudo sobre: Futebol