Tamanho do texto

Britânicos revidaram após provocações de russos e atiraram cadeiras. O conflito acabou com a chegada da polícia

Russos e ingleses brigaram na cidade de Lille
REUTERS/Pascal Rossignol
Russos e ingleses brigaram na cidade de Lille

Após dois dias de trégua, torcedores de Inglaterra e Rússia voltaram a entrar em conflito nesta terça-feira, na França. Vídeos e imagens de brigas em bares da cidade de Lille correm as redes sociais neste início de noite na França. O site do jornal britânico The Mirror relata que os ingleses foram provocados.

Leia +  Hooligans russos treinaram para ação violenta em Marselha, diz procurador

De acordo com o The Mirror, ingleses e galeses - adversários nesta quinta-feira em Lens - confraternizavam em um bar quando cerca de cinco torcedores russos se aproximaram e começaram a desafiá-los. Os britânicos revidaram atirando cadeiras, como se vê em vídeos publicados na internet. O conflito acabou com a chegada da polícia.

Os russos vestiam camisetas com a inscrição "Orel Butchers-Storm over Europe 2016", dos hooligans "Açougueiros Orel", ligados ao Locomovit Moscou. Eles prometem fazer uma "tempestade sobre a Europa em 2016". É a mesma vestimenta dos hooligans acusados pela polícia da França de incitarem a violência em Marselha, entre quinta-feira e sábado, antes do duelo entre Inglaterra e Rússia pela primeira rodada da Eurocopa.

Russos com camisetas dos hooligans
Reuters/Benoit Tessier
Russos com camisetas dos hooligans "Açougueiros Orel", ligados ao Locomovit Moscou

Russos e ingleses estão de novo próximos porque a Inglaterra joga na quinta-feira em Lens, ali perto, e muitos torcedores se hospedaram em Lille, cidade mais bem estruturada. A Rússia joga contra a Eslovênia em Lille na quarta.

Nesta terça, mais cedo, o Comitê Disciplinar da Uefa definiu que a Rússia será desqualificada da Eurocopa se novos incidentes de violência envolvendo seus torcedores  se repetirem dentro de estádios que recebem a competição realizada na França.

O Comitê Executivo da Uefa, entretanto, já havia avisado, no domingo, que pode expulsar as duas seleções da Eurocopa se qualquer uma das duas torcidas voltassem a brigar na França, dentro ou fora de estádios. A entidade já havia comunicado que essa decisão não seria influenciada pela do Comitê Disciplinar.

Na segunda, a Polícia de Marselha informou acreditar que cerca de 150 torcedores russos, "altamente treinados", foram os responsáveis pelos atos de selvageria vistos pelas ruas da cidade, entre quinta-feira e sábado. Nenhum deles, porém, foi preso.