Tamanho do texto

"Eles não gostam de futebol", disse o presidente da sede do fã clube oficial no país do Oriente Médio

Sede do fã clube do Real Madrid no Iraque foi alvo de ataque terrorista
Reprodução/AS
Sede do fã clube do Real Madrid no Iraque foi alvo de ataque terrorista


A sede oficial do fã clube do Real Madrid no Iraque, localizado entre as cidades de Samarra e Balad, foi alvo de um atentado terrorista nesta sexta-feira onde 16 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas, algumas em estado grave. No momento do ataque, cerca de 50 pessoas estavam reunidas no local que serve como ponto de encontro para os torcem pelo time espanhol no país do Oriente Médio. O Estado Islâmico já assumiu a autoria.

Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques no Iraque contra os torcedores do Real Madrid
Reprodução/AS
Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques no Iraque contra os torcedores do Real Madrid


Em entrevista ao diário AS, o presidente da sede confirmou a tragédia. "Um grupo de terroristas do Estado Islâmico entrou no local com metralhadoras e rifles AK-47 e esses militantes dispararam aleatoriamente contra todos os que estavam lá. Eles não gostam de futebol, acredito que é algo anti-muçulmano. Estamos todos devastados com o que aconteceu", disse Ziad Subhan.

Segundo as autoridades iraquianas, três homens armados entraram na sede oficial do Real Madrid e abriram fogo contra os torcedores, que são de maioria xiita. Os terroristas conseguiram fugir do local e, mais tarde, um deles tentou detonar seu colete com vários explosivos perto de um mercado da cidade, mas os policiais conseguiram interceptar e o mataram antes.

Fã clube do Real Madrid atacado no Iraque
Reprodução/AS
Fã clube do Real Madrid atacado no Iraque


    Leia tudo sobre: estado islâmico