Tamanho do texto

"Colocamos o São Paulo entre os oito melhores da América, o que não é pouca coisa", disse o técnico Edgardo Bauza

Tricolor paulista não teve vida fácil, mas é um dos dois brasileiros entre os oito melhores da Copa Libertadores
Rubens Chiri / saopaulofc.net
Tricolor paulista não teve vida fácil, mas é um dos dois brasileiros entre os oito melhores da Copa Libertadores

Irregular nos resultados, mas efetivo ao mesmo tempo. A campanha do São Paulo na temporada, com a classificação até as quartas de final da Copa Libertadores, é um desafio à compreensão das estatísticas. O time do Morumbi tem o pior retrospecto do ano entre os grandes do futebol paulista, porém é o único sobrevivente na principal competição continental.

Leia

Jogos entre São Paulo e Atlético-MG terão arbitragem estrangeira

Com jejum de um mês, Ricardo Oliveira destaca conjunto santista

A equipe do técnico Edgardo Bauza está entre as oito sobreviventes na Libertadores sem ter vencido fora de casa no ano. Nem mesmo no Campeonato Paulista o resultado positivo veio como visitante. Além disso, com oito derrotas em 26 jogos na temporada, o São Paulo tem aproveitamento de apenas 49% dos pontos, enquanto os rivais que também disputaram a competição continental possuem rendimentos maiores.

O Corinthians, por exemplo, caiu diante do uruguaio Nacional nas oitavas de final e tem aproveitamento de 72% dos pontos no ano. São somente três derrotas em 2016, incluindo duas pelo Estadual. Já o Palmeiras, que caiu nas semifinais do Paulistão e na fase de grupos da Libertadores, é ligeiramente superior ao São Paulo, com 52% de aproveitamento.

Sem ter disputado a Libertadores e na final do Estadual, o Santos somou 70% dos pontos disputados. A equipe da Vila Belmiro tem somente uma derrota na temporada, para o Red Bull Brasil, e conta com 11 vitórias em 19 compromissos.

O aproveitamento baixo de pontos do São Paulo no ano se soma ao incômodo jejum do time em clássicos. A equipe não derrotou rivais em 2016, tendência que se iniciou na temporada passada, com nove derrotas em 14 partidas. O clube não bate um grande do futebol paulista há dez jogos. O último triunfo foi em junho do ano passado, contra o Santos, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

"Colocamos o São Paulo entre os oito melhores da América, o que não é pouca coisa. Agora vamos ver se podemos seguir avançando", disse o técnico do São Paulo, Edgardo Bauza, após o time confirmar a classificação sobre o Toluca, do México. "No começo do campeonato ninguém acreditava que a gente chegaria até aqui", afirmou o goleiro Denis.