Tamanho do texto

Treinador de 45 anos estava no clube das Laranjeiras desde o ano passado, sequência negativa culminou em sua queda

Eduardo Baptista não é mais técnico do Fluminense
Divulgação
Eduardo Baptista não é mais técnico do Fluminense

Eduardo Baptista não é mais técnico do Fluminense . O paulista não resistiu à pressão externa e foi demitido pelo vice de futebol Mário Bittecourt, na manhã desta quinta-feira, após duas derrotas seguidas para rivas - Flamengo, por 2 a 1 e Botafogo, por 2 a 0, respectivamente. A última, na noite desta quarta-feira, pelo Campeonato Carioca.

Leia mais

Ex-São Paulo, Ilsinho será mais um brasileiro atuando na MLS

Após vitória, Muricy confirma volta dos titulares ao Flamengo no domingo

Baptista foi contratado junto ao Sport, em setembro de 2015, após a saída de Enderson Moreira, juntamente com o auxiliar Pedro Gama, que também deve deixar o cargo. Seu contrato iria até o final deste ano.  

Ainda no vestiário, os jogadores já demonstravam tom de despedida e Eduardo nem viajou com o elenco de volta ao Rio de Janeiro, mas foi para Paulínia ficar com a família.

Sua estreia foi na derrota por 3x1 para a Ponte Preta, pela 27ª rodada do Brasileiro 2015. Em 26 jogos no comando do tricolor carioca, foram 13 derrotas, oito vitórias e cinco empates. Ele deixa o Fluminense na quarta colocação do Grupo A do Carioca, com sete pontos.  

Reformulação geral

Mário Bittencourt foi desligado do Flu
Nelson Perez/FluminenseF.C.
Mário Bittencourt foi desligado do Flu

A demissão do técnico Eduardo Baptista não foi a única mudança no Fluminense. O departamento de futebol do clube será reformulado. O clube tricolor anunciou, nesta quinta-feira, o desligamento de Mário Bittencourt da vice-presidência da pasta.

Outra mudança no setor é a saída de Fernando Simone, então diretor de futebol. Ele ficará afastado por 30 dias.

Confira a nota oficial

O Fluminense comunica o desligamento do Sr. Mário Bittencourt da vice-presidência de Futebol. O clube aproveita para agradecer pelo trabalho desenvolvido durante o período em que o dirigente esteve no cargo.

O diretor de Futebol Fernando Simone ficará afastado do clube por 30 dias. O profissional não responde mais pelo departamento de Futebol.