Tamanho do texto

Porto B ocupa a primeira colocação na Segunda Liga, mas não pode jogar a mesma competição que o Porto, sua matriz. Por isso, não pode subir para a primeira divisão

Porto B lidera a segunda divisão de Portugal, mas não poderá subir
Divulgação
Porto B lidera a segunda divisão de Portugal, mas não poderá subir


Qual é o sonho dos clubes que jogam divisões inferiores dos campeonatos nacionais? Um dia chegar à elite, certo? Certo! Mas lá em Portugal, o atual líder absoluto da segunda divisão do país não vai subir para primeira, mesmo que termine a competição com o título conquistado. Mas por que isso?

E mais
Musa da Copa de 2010, Larissa Riquelme faz aniversário. Por onde ela anda?

Explicamos. O primeiro colocado da segundona portuguesa é o Porto B, uma filial do poderoso Porto, que já disputa a primeira divisão. E como o regulamento do futebol por lá não permite que as duas equipes se encontrem no mesmo torneio, caso o Porto B seja o grande campeão, não poderá subir.

E mais do que isso. Se um dia o Porto for rebaixado para segunda divisão, o Porto B seria automaticamente rebaixado para terceira divisão, mesmo se fosse campeão - a filial tem que estar sempre em uma divisão abaixo. Ou seja, poderíamos ter uma situação bastante curiosa de um time campeão e rebaixado no mesmo campeonato.

Atualmente o Porto B tem 59 pontos conquistados na liderança da Segunda Liga, a Série B deles, seguido por Chaves e Feirense, segundo e terceiro colocados respectivamente, ambos com 55 pontos. E como dois times sobem para a Primeira Liga, esses seriam os premiados hoje.

A segunda divisão de Portugal ainda tem outros times "filiais" de clubes que disputam a primeira, como Sporting B, Benfica B e Braga B, mas esses estão mal posicionados na tabela de classificação. Os clubes montam equipes alternativas para que alguns jogadores que não estão sendo aproveitados no time principal possam se manter em atividade e, principalmente, para revelar jovens valores.

Palmeiras B foi extinto em 2013
Reprodução/Jogos Perdidos
Palmeiras B foi extinto em 2013

No Brasil também

Há alguns anos, o Palmeiras também tinha uma equipe B disputando as divisões inferiores do Campeonato Paulista e, em 2006, a equipe alviverde alternativa chegou perto de conseguir o acesso à Série A1 do estadual - conseguir o acesso na teoria, porque aqui no Brasil, assim como em Portugal, o regulamento não permite o encontro de matriz e filial na mesma divisão. 

Naquela temporada, o Palmeiras B alcançou a segunda fase da Série A2 do Paulistão e ficou na quarta colocação no quadrangular semifinal, onde apenas os dois melhores times avançaram. Em 2013, o clube disputou a Série A3 do estadual, ficou na 18ª colocação e encerrou as suas atividades após o empate por 3 a 3 com o Sertãozinho.