Tamanho do texto

Técnico alivia a pressão após vitória sobre o Cruzeiro

Eduardo Baptista se empolgou na comemoração do gol de Gustavo Scarpa na vitória sobre o Cruzeiro
Nelson Perez / Fluminense F.C. / Divulgação
Eduardo Baptista se empolgou na comemoração do gol de Gustavo Scarpa na vitória sobre o Cruzeiro


Eduardo Baptista pôde dormir tranquilamente após a vitória do Fluminense sobre o Cruzeiro, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela Primeira Liga. O resultado dá confiança para a sequência do trabalho do técnico e diminui a pressão.

+E MAIS:  Em jogaço no Mineirão, Diego Souza brilha e Flu bate o Cruzeiro

"Fala-se muito, mas eu nem escuto. O Fluminense é meu prato de comida. Pelo que falam, eu já tinha até assinado com a Ponte Preta. É preciso ter mais responsabilidade. Já é uma pressão. Tem uma multa grande para eu sair do Fluminense, nem me interessa. Sou humilde e trabalhador e meu foco está no Fluminense", declarou o técnico.

O começo de temporada irregular, com tropeço na estreia na Primeira Liga e no Carioca, fez o técnico ficar pressionado. Porém, Eduardo Baptista sempre manteve o foco. O time conseguiu dar a resposta em campo.

O resultado foi fundamental para o Fluminense continuar vivo na Primeira Liga - está na segunda colocação com três pontos, atrás do Atlético-PR, que tem um jogo a menos, no saldo de gols.

O Fluminense só volta a campo pela Primeira Liga no dia 10, contra o Criciúma, em local indefinido. Até lá, foca no Carioca. O próximo compromisso é contra o Flamengo, neste domingo, às 19h30, no Mané Garrincha.