Tamanho do texto

Ex-jogador dos bávaros e da seleção alemã escreveu duras críticas ao treinador espanhol em sua coluna no jornal Bild

Matthaus entregou prêmio de melhor técnico do mundo para Guardiola, em 2012
Getty Images
Matthaus entregou prêmio de melhor técnico do mundo para Guardiola, em 2012

Lothar Matthäus, ex-jogador do Bayern de Munique e da seleção da Alemanha criticou o atual técnico dos bávaros, Pep Guardiola, pela sua saída do clube alemão. Matthaus tem uma coluna de opinião no jornal alemão Bild e fez questão de registrar sua insatisfação com o espanhol.

"Guardiola tem cinco meses quentes pela frente. Que ele não conte histórias, o planejamento do Manchester City (possível destino do treinador) é muito importante para ter a cabeça 100% no Bayern de Munique, e esse é um jogo perigoso", escreveu.

"Nunca houve amor (carinho) entre Pep e os jogadores. Essas frases de "super, super", as palmadinhas e os abraços eram só para a platéia, assim como suas reações exageradas no banco", criticou o ex-jogador.

Leia também:
+ Antes de chegar ao City, Guardiola pede a contratação de Messi
+ Time alemão escolheu mantanha na Suíça para começar intertemporada

O mau aproveitamento de jogadores como Mario Götze e Frank Riberý também foram citados no artigo: "Götze precisa de mais do que um treinador que só o abrace, mas que seja sincero assim como era Jurgen Klopp. A qualidade dele é inquestionável, mas só era vista quando ideal. O mesmo vale para Riberý, que teve seus altos e baixos com Guardiola", finalizou.

Na eliminação do Bayern de Munique na semifinal da Copa da Alemanha, ainda na temporada passada, rendeu outra crítica de Matthaus ao treinador: “Não foi só azar. Tenho o maior respeito pelo Guardiola, ele é o melhor para o Bayern. Mas desta vez ele errou feio”.

Ao fim dessa temporada, o italiano Carlo Ancelotti assumirá a equipe. É o primeiro trabalho dele desde deixou o Real Madrid.

    Leia tudo sobre: bayern de munique